Bolt admite cansaço e quer se aposentar


O campeão mundial reconhece limitações e vai parar

O homem mais rápido do mundo admite estar limitado
O homem mais rápido do mundo já se prepara para se despedir das pistas, deixando parta sempre a sua marca no Atletismo. Com oito ouro olímpico, 11 títulos de Campeonato do Mundo, Usain Bolt é uma lembrança definitiva dos triunfos de uma carreira bem sucedida no esporte. A estrela jamaicana é o melhor piloto incontestável de todos os tempos e promete obter mais um título em sua despedida, no Estádio de Londres, durante o Mundial de Atletismo.

Em Londres, Bolt disse ao jornal britânico The Daily Mail, que quer se aposentar com estilo. Ele teria dito que os Jogos Olímpicos do Rio em 2016 seriam sua última competição, mas voltou atrás orientado por seus patrocinadores. "Meu patrocinador pediu para que eu continuasse até o Mundial de Londres", relata o atleta. 

Bolt diz que pensou em se aposentar após Olimpíadas do Rio

"Mas eu vou correr apenas os 100 m em Londres. Já conversei com meu técnico. Posso me concentrar nisso e me aposentar com uma vitória", acrescentou.

"Está chegando o momento de parar e vou obedecer ao meu condicionamento físico". Fiz pela Jamaica, fiz pelo atletismo e saio das pistas satisfeito com meu empenho e dedicação", acrescenta Bolt. 

Walther Alvarenga  


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.