Calamidade: galão de água é vendido até 99 dólares para moradores no Texas.

Filas nos supermercados são longas e os preços abusivos 
Galão de gasolina chega custar 20 dólares para revolta da população  
   
Desde a passagem do Furacão Harvey que os moradores das regiões devastadas no Texas vêm sendo explorados na compra de garrafas de água, que chega a ser vendida até 99 dólares, pasme o leitor, quando o litro normal é de 1 dólar.

O galão de gasolina – com três litros e meio -, que custa nos EUA 4, 50 dólares, está sendo vendido por até 20 dólares, o que representa verdadeira exploração. A revolta entre os moradores é geral.

Desde a manhã desta quarta-feira o procurador-geral do estado do Texas, Ken Paxton, recebeu 684 queixas de consumidores, a maioria acerca dos preços exagerados de garrafas de água, combustíveis, alimentos e outros produtos. O motivo do aumento dos preços está sendo investigado.

Os habitantes do estado do Texas, enquanto enfrentam as cheias causadas pelo furacão Harvey, têm também de enfrentar as empresas que aumentaram os preços de produtos de necessidades básicas.

"Sempre que tempestades catastróficas atingem o Texas testemunhamos a coragem dos primeiros a responder e a generosidade dos vizinhos que se juntam para ajudar os seus colegas do Texas", disse o procurador-geral Ken Paxton em comunicado.

"Infelizmente, na sequência dos danos da tempestade e das cheias vemos também mal-intencionados a tirar partido das vítimas e das circunstâncias", acrescentou.

A lei do estado do Texas proíbe qualquer negócio de praticar preços exorbitantes em produtos de necessidade básica durante épocas de catástrofe. Existem multas de 20 mil dólares por incidente para quem não cumprir esta lei estadual e se as vítimas tiverem 65 anos ou mais a multa pode chegar aos 250 mil dólares.

Walther Alvarenga



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.