Médico brasileiro é encontrado morto em Nova York

Dr, Jesus Cheda era querido pela Comunidade brasileira
A notícia pegou todos de surpresa. Ele atendia a atriz Sharon Stone.

Ainda não se sabe a causa da morte do médico brasileiro Dr. Jesus Cheda – especialista em Oncologia -, que foi encontrado morto em seu apartamento, em Nova York, para a surpresa dos amigos. Conceituado em seu trabalho, o médico atendeu celebridades como a triz norte-americana, Sharon Stone e o também o saudoso colunista da Folha de São Paulo, Paulo Francis.

Filho de imigrantes sírios no Brasil, o Dr. Cheda, da cidade de Sorocaba – interior de São Paulo - era muito querido pela comunidade brasileira, marcando presença em eventos realizados em Nova York. Ele era solteiro.
Atriz americana Sharon Stone era paciente do Dr. Cheda
Mirian Nazaret Marques Moraes, advogada da família disse que as autoridades americanas ainda não informaram o motivo da morte. "Era um homem de temperamento forte e muita vitalidade", comentou Mirian, lamentando a notícia.
Além de atender os imigrantes brasileiros, o Dr. Cheda foi médico da atriz americana Sharon Stone, que durante anos frequentou o seu consultório. Ele ocupou o cargo de diretor da Associação Médica de Nova York e da Associação Médica Americana. Fez parte da primeira turma de brasileiros que chegou à Nova York na década de 50.
Teve uma infância pobre, mesmo assim se esforçou e conseguiu entrar na Universidade para cursar Medicina, na especialidade de Oncologia. Mudou-se para Nova York nos anos cinquenta para fazer especialização na sua área de atuação. Não voltou mais para morar no Brasil.
Walther Alvarenga


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.