Melodia homenageado por lavadeiras em Minas


Luiz Melodia deixa legado de importantes composições

Grupo de mulheres joga pétalas de rosas no rio

A lavadeira à beira do riacho, mulher simples que esfrega sabão nas peças de roupas – ao estilo antigo -, sentia-se homenageada na canção do poeta e compositor carioca, Luiz Melodia, que morreu nesta sexta-feira, no Rio, aos 66 anos, após embate contra o câncer.

“Lava roupa todo dia/ Que agonia? Na quebrada da soleira/ Que chovia...”, letra da canção “Juventude Transviada”, serviu para singela homenagem de um grupo de lavadeiras, em Minas, à beira de um riacho, que atirou pétalas de rosas na água corrente.
Lavadeiras sentiam-se homenageadas por Melodia

Apelidado de “Negro Gato”, música que deu origem à canção gravada por Roberto Carlos, nos tempos áureos de sua juventude, Melodia era astuto e brilhante como músico e compositor, lembram os colegas que dividiram com ele a luta acirrada para chegar ao estrelato. Luiz conseguiu.

Luiz Melodia passou por momentos difíceis na luta pelas sobrevivência, e mesmo depois de ter feito um transplante de medula, o músico teve de ser internado em março passado e o seu estado de saúde veio a deteriorar-se.
Walther Alvarenga

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.