Brasileiros se formam em Medicina em universidade da Rússia

Brasileiros se formam em Medicina na universidade da Rússia
Trinta estudantes do Brasil foram diplomados em Kursk
Foram trinta estudantes brasileiros que se formaram em Medicina na  Rússia, na Universidade Médica Estatal de Kursk, e que receberam seus diplomas no último semestre. Um desafio e tanto para os jovens que embarcaram para o país de Vladimir Putin para estudar. Parte deles, inclusive, já voltou ao Brasil.
Após serem diplomados em território russo, em junho, os estudantes brasileiros buscam agora prestar a prova de revalidação no Brasil ou trabalhar no Programa Mais Médicos.
"Foi exaustivo, cansativo e muitas vezes quis desistir. Mas tem muita gente que sabe reconhecer seu esforço. Outra coisa muito boa também é que os brasileiros se ajudam. Ficamos sem a família, mas sozinhos nunca", diz João Duarte, um dos formandos.
Universidade Médica Estatal de Kursk recebe brasileiros
No total, mais de 100 estudantes brasileiros já se graduaram pela Universidade Médica Estatal de Kursk. Pedro Paz, que também se formou em junho, relembra das dificuldades para se adaptar na Rússia.
"Quando cheguei, fiquei assustado. A língua era diferente, as pessoas, muitos desafios. Hoje, meu sentimento de ter concluído o curso é de alegria - e já de saudade. Agora é uma vida nova, cheia de novos obstáculos a concluir", diz.
Segundo a assessoria de imprensa da agência de intercâmbios Aliança Russa, 500 brasileiros estudam medicina atualmente na Universidade Médica Estatal de Kursk. As aulas são ministradas em inglês.
Walther Alvarenga

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.