Tragédia: Família morre em vulcão na Itália.

Os corpos dos pais e do filho foram recuperados na área vulcânica
Os pais e um garoto de 11 anos caíram no abismo e estão mortos

Tragédia na Itália. Segundo jornais italianos, uma família que passeava na Itália e que resolveu ver de perto o vulcão Solfatara - aberto para visitação - acabou morta. Os pais de um menino de 11 anos morreram ao tentar salvar a criança, que teria se aproximado de uma cratera, numa área de risco, e acabou escorregando, caindo no abismo de fogo e fumaça.

Segundo autoridades, a família não respeitou o aviso de perigo.
O desespero dos pais do garoto foi tamanho que eles tentaram segurar o menino e também caíram no abismo, consolidando da tragédia. O segundo filho do casal, de sete anos, conseguiu escapar e correu. Ele foi socorrido. O menino avisou a polícia.

Após buscas, policiais especiais conseguiram resgatar o corpo do menino de 11 anos, também reavendo os corpos dos pais, um homem de 45 anos e uma mulher de 42 – os nomes e identidades são mantidos sob sigilo pela polícia.

Foto da mãe que morreu tentando salvar o filho
Ainda em choque, o menor de sete anos, o único sobrevivente, foi conduzido ao hospital, mas encontra-se bem de saúde. 

"Ou houve uma pequena explosão ou parte do chão cedeu por causa do peso deles, e fez com que caíssem no buraco", explicam as autoridades, adiantando que os corpos foram recuperados da área onde estava a barreira que indicava perigo. 

Foto do menino, aos cinco anos.
As vítimas, que estavam de visita àquela localidade, terão morrido asfixiadas com os gases emanados pelo vulcão, mas apenas os resultados das autópsias poderão confirmar esta teoria. 

O vulcão Solfatara é uma das muitas crateras disponíveis , a cerca de 20 quilômetros de Nápoles. Aberta ao público desde 1900, esta zona é conhecida por emitir vapores de água com mais de 160 graus centígrados, misturados com gases altamente tóxicos.


Walther Alvarenga


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.