O Brasil se despede de Marcelo Rezende.

Marcelo Rezende, ele vai fazer muita falta.
Apresentador do Cidade Alerta faleceu na tarde deste sábado

O que eu posso dizer? Quando escrevi sobre Marcelo Rezende e fiz rápida menção sobre os seus feitos na brilhante trajetória jornalística na televisão brasileira, havia rumores no hospital em Moema – onde ele ficou internado – de que o seu falecimento, infelizmente, aconteceria em questão de horas. O seu quadro era irreversível, segundos os médicos.

Foi difícil dizer algo sobre Rezende, sem se emocionar, e tentar ao máximo evitar a palavra morte, o que significaria extrema falta de bom senso, e não foi esse e o propósito do texto. A matéria “Ao Mestre Marcelo Rezende com carinho” foi uma despedida. 

Uma forma de dizer adeus sem levantar os braços para acenar. Mas procurei ser prudente, sem o atropelamento das palavras ou do raciocínio, mesmo tendo consciência do que estava por vir.

Marcelo Rezende foi para Deus, seguiu por um caminho de luz e a ele, como admirador do seu trabalho, o meu muito obrigado. O homem do povo, que falou a linguagem de gente simples, foi notório e atuou com excelência.

Bendito seja aqueles que demonstram coragem e que não se curvam. Louvável são as vozes que ecoam soberanas em defesa dos que precisam de alento e reconhecimento para continuar.

Ele conquistou o Brasil no comando do Cidade Alerta
Marcelo Rezende morreu neste sábado, aos 65 anos, após lutar durante quatro meses contra um câncer no pâncreas e no fígado. A informação foi confirmada pela Record. 

Sem dúvida a televisão perde um grande profissional. Mas o Mestre Marcelo Rezende deixa o seu legado que jamais será apagado de nossas memórias. Valeu, Marcelo Rezende!!!


Walther Alvarenga 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.