Aos brasileiros, cidadãos do mundo, o bom combate em 2018.

Em qualquer parte deste planeta lá estão eles, os brasileiros.
Superar desafios e manter a meta da conquista onde você estiver 
O Brasil é mesmo o país de pessoas que buscam oportunidades em outros países. O percurso imigratório tem sido surpreendente nos últimos vinte e cinco anos, mobilizando brasileiros em várias partes do planeta Terra, deixando evidente que somos “exportadores de sonhos”.

Os EUA abriga um contingente expressivo de brasileiros – grande maioria conquistou o Green Card e a cidadania americana –, com número aproximado de 1,5 milhão vivendo no reduto do Tio Sam, segundo dados do Ministério das Relações Exteriores.

Há um número expressivo de brasileiros pelo mundo
Na Europa há brasileiros trabalhando nos países que compõem a União Europeia – muitos com descendência italiana ou portuguesa –, abrindo um leque de restrita possibilidade no mercado de trabalho – com raríssimas exceções –, atuando na construção civil ou em empregos temporários.

Não podemos esquecer os brasileiros na Ásia ou mesmo aqueles que trabalham em navios, percorrendo o mundo em grande escala, sem paradas. Ele ciganeiam em pátrias e ancoram lá e acolá.A Austrália, por exemplo, é hoje rota de busca, incluindo no pacote a Coreia do Sul. Como o leitor do BLOG pode constatar, a brasilidade “contaminou” a Terra, no bom sentido, evidente. Uma escalada de pessoas que romperam com alguns princípios para transpor barreiras da mesmice.

Transpor fronteiras na busca do sonho
Hoje os Consulados brasileiros no mundo têm tarefa muito mais abrangente do que simplesmente orientar turistas em trânsito. Há um compromisso com as autoridades dos respectivos países, acompanhando as necessidades de brasileiros residentes, embora o nosso Consulado atue com deficiência em alguns países.

No patamar privilegiado, encontramos brasileiros trabalhando em setores importantes do governo do respectivo país onde reside. Temos também os empreendedores, que dão empregos e que cumprem com as normas e exigências estrangeiras. Poderia enumerar aqui uma lista de compatriotas que exercem funções primordiais.

A nossa brasilidade "contaminou" o mundo
Somos um Brasil mundial, multicultural, representado em várias esferas por cidadãos que optaram por terras distantes como meta de realização. É o livre arbítrio de nossos cidadãos do mundo que escrevem suas respectivas histórias pontuadas com desafios.

Há aqueles que superaram o desapego e que se embrenharam na Zona de Conflito, um bom ano. Aos que permaneceram no Brasil, enfrentando as adversidades de um país de favorecidos e de manipuladores, muita cautela em 2018.

Precisamos manter a corrente benigna. Fortalecer laços e prestarmos atenção uns nos outros – a vigília mundial –, em prol de um bem em comum: a sobrevivência dos nossos sonhos e objetivos. Sonhar simplesmente, não seria um grande feito. É essencial arregaçar as mangas e combater o bom combate. Que venha 2018!

Walther Alvarenga

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.