Imprudência causa morte de brasileiro em Pompano Beach. Amigos lamentam.

Jefferson Leal, de 43 anos, morreu no local do acidente.
Jefferson Leal dirigia em alta velocidade e ultrapassou farol vermelho
A comoção tomou conta dos brasileiros na Flórida com a morte trágica de Jefferson Leal, de 43 anos, vítima de acidente de automóvel em Pompano Beach. Segundo testemunhas, o brasileiro dirigia um Toyota Camry, em alta velocidade, ultrapassando o sinal vermelho, chocando-se com Mercedes Benz Sprint, conduzido por Andrzej Kotowski, de Deerfield Beach (FL).
Imprudência de Jefferson Leal? Os policiais que atenderam a ocorrência apontam falha na conduta do brasileiro, que dirigia em velocidade inadequada. Gina Carter, porta-voz do escritório do xerife do Condado de Broward, disse que faltou cuidado, o que provocou a fatalidade.
O brasileiro morreu no local do acidente, enquanto que o motorista do outro veículo foi transportado por paramédicos ao Broward Health North e seu estado de saúde não foi divulgado. Ele residia em Coconut Creek.
Uma triste estatística de morte envolvendo brasileiros na região. Jefferson é o segundo brasileiro a perder a vida em acidente de trânsito na Flórida, em menos de dois meses.
Pastora Nilza Furtado, vítima de imprudência.
Vale lembrar que na manhã de 29 de novembro, a pastora evangélica Nilza Furtado Rodrigues, de 64 anos, natural de Londrina (PR), moradora em Fort Meyers (FL), acabou morta durante acidente automobilístico. Ela dirigia um Kia Soul, e a tragédia ocorreu na Gladiolus Drive, em South Fort Meyers. O veículo conduzido por Nilza foi atingido por um Ford F-250, dirigido por David B. Mitchell, de 63 anos.
Walther Alvarenga 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.