Brasileiro roeu a unha, mas não foi dessa vez. O campeão não deu as caras.

Neymar esteve apagado, embora fizesse boas jogadas.

Decepção foi o geral e a tão sonhada vitória do Brasil ficou no 1x1

O brasileiro esperou pela vitória da Seleção Brasileira em sua estreia pela Copa da Rússia, mas o improvável aconteceu: empate de 1x1 com a Suíça. E nem mesmo o glamour de Neymar serviu para acalmar os ânimos, pois há quem diga que o craque estava muito mais preocupado com o cabelo do que com o jogo – pura maldade dos que não aceitaram o resultado.

Para o Brasil, a Seleção é um dos pontos altos, seja em quaisquer circunstâncias em que se encontre o país, pois vale muito mais gritar por gol – celebrar o desempenho alheio – do que prestar atenção no que ocorre em reduto tupiniquim: corrupção e desacerto da Economia. O povo está enojado disso!

Momento do gol do Brasil, comemorado com garra.
Mas isso não importa agora. Não quero criticar quem quer que seja, nem mesmo os torcedores mais exaltados, entretanto, quem esperou pela vitória do Brasil no Mundial, ficou decepcionado. Diria, constrangido. Não ocorreu o que todos esperavam.

Seleção da Suíça demonstrou ímpeto em cena
Uma seleção agitada em campo, com erros e acertos, deixou o povo brasileiro inquieto – roendo as unhas. Não vingou. E caso o Brasil se classifique em segundo lugar do seu grupo, a Alemanha virá em hora desnecessária, nos assombrando, afinal, ninguém se esquece do 7x1 de 2014.

O desespero da torcida brasileira na Rússia
O técnico Tite mostrou nervosismo, evidente, fazendo alterações na tentativa de abocanhar a vitória, mas não deu dessa vez. Ele deixou o estádio visivelmente chateado. Fazer o quê?

Na verdade, a grande estrela do mundial nesse domingo foi o México, que surpreendentemente venceu a Alemanha – atual campeã do mundo – por  um a zero. O chão tremeu no México no momento do gol, aos 35 minutos. Dizem que foi o pula-pula dos mexicanos.

Walther Alvarenga





Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.