Crianças podem ficar semanas presas na caverna da Tailândia. Resgate de risco.

Psicólogo e mergulhadores acompanham as crianças

Mergulhadores encontram dificuldades para resgatar as crianças da caverna

O resgate das 12 crianças e um adulto, presos há 11 dias numa gruta do norte da Tailândia, poderá levar várias semanas ou meses dada a complexidade da operação, admitiram nesta terça-feira as autoridades tailandesas, que estudam a melhor opção para trazer os jovens de volta à superfície em segurança.

O grupo está numa câmara semi-inundada acerca de seis quilômetros da entrada da gruta e a uma profundidade de mais de 800 metros. É preciso muita cautela para tira-los de lá.

As crianças e o técnico receberam comida e água e são acompanhados por sete mergulhadores da Marinha tailandesa, incluindo um médico e um psicólogo, que se ofereceram para ficar o tempo que for necessário.

Dificuldade de mergulhadores para resgatar as crianças
Foi também instalada uma linha telefônica para os garotos poderem falar com os familiares.

As autoridades não querem correr riscos desnecessários, portanto, várias opções estão sendo avaliadas para tirar as crianças da caverna, inclusive, treinos para usar equipamento de mergulho. No entanto, peritos já avisaram que mergulhar em túneis inundados é muito perigoso.

Sem dúvida é uma operação extremamente delicada, confirmam peritos em mergulho, em se tratando de visibilidade reduzida e de pontos onde só se consegue passar uma pessoa de cada vez. Muitas das crianças não sabem nadar.

Mesmo os mergulhadores experientes encontram dificuldades para chegar até os meninos.

Outra opção consiste em esperar até que as águas abaixem, mas isso poderá levar meses, já que a época das chuvas começou agora na Tailândia, o que dificulta a retirada das crianças e do técnico das profundezas da caverna.

Para complicar ainda mais as coisas, está prevista chuva forte para o final da semana, o que poderá agravar as condições na gruta.

Autoridades pedem máscaras fechadas de tamanho pequeno. As máscaras tradicionais são mais arriscadas porque o regulador pode ser facilmente perdido por um mergulhador inexperiente, causando o pânico. 

Walther Alvarenga 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.