Protesto? Mulher escala Estátua da Liberdade e é presa em Nova York.

A mulher ficou por duas horas sentada na base da estátua em Nova York

Imagem de mulher sentada à base da Estátua da Liberdade, impressiona.

Um dos acontecimentos mais inusitados parou a cidade de Nova York neste quatro de julho – Dia da Independência dos EUA – quando uma mulher (sua identidade não foi divulgada) escalou a Estátua da Liberdade, até a sua base, chamando a atenção do mundo.

 A polícia foi acionada, na tentativa de conter o ato de repúdio da americana, possivelmente contra as medidas arbitrárias do presidente Donald Trump.

Imediatamente o local foi esvaziado – onde fica a estátua, na Liberty Island – pouco antes da queima de fogos de artifício em homenagem ao Dia da Independência do país.

Foram momentos de tensão e polícia conseguir resgata mulher 
E quando chegou ao seu destino, na base da estátua, mesmo diante da tentativa da polícia de alcança-la e tira-la do local, a americana desenrolou uma pequena bandeira, deixando em dúvida de que se tratava realmente de um protesto.

Mulher exibe possível bandeira ao chegar ao seu destino
A americana permaneceu por mais de duas horas sentada na base da estátua, chamando a atenção das redes de TV dos EUA que registraram a façanha. O seu objetivo era escalar a Estátua da Liberdade, de 93 metros de altura. Posteriormente ela foi presa e retirada do local por cabos de segurança.

Importante lembrar que poucas horas antes, seis pessoas foram presas quando protestavam contra a política de imigração da Casa Branca, aos pés da Estátua da Liberdade. Elas empunhavam cartazes com os seguintes dizeres: “Acabem com a agência de Imigração e Patrulha de Aduana”. 

Walther Alvarenga

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.