Resgate dramático de crianças desaparecidas na caverna da Tailândia.

Momento do encontro das crianças presas na caverna tailandesa

Meninos entre 11 e 16 anos, além do técnico, estavam sumidos na caverna
Inacreditável: os doze estudantes tailandeses e jogadores de futebol – entre 11 e 16 anos de idade – e seu técnico de futebol, que foram surpreendidos pela enchente na caverna de Tham Luang em Chiang Rai, na Tailândia, e ficaram desaparecidos por nove dias, abaixo do solo, foram encontrados vivos nesta segunda- feira por dois mergulhadores britânicos, Rick Stanton e John Volanthen.
As famílias dos garotos que estavam do lado de fora da caverna, em oração, temendo pela vida das crianças, vibraram quando receberam a notícia de que todos estavam vivos.
Meninos entre 11 e 16 anos, além do técnico, encontrados.
Foram dias dramáticos, que contou com a ajuda de dois experientes mergulhadores britânicos, especialistas em mergulhar em cavernas, que acabaram localizando os garotos e seu técnico, após maratona de busca nas cavernas de Tham Luang em Chiang Rai.
Ao localizar os meninos um dos mergulhadores perguntou: "Quantos de vocês?" O grupo responde: “Treze!” Vibra o mergulhador: “13? Brilhante! Avisa que terão que esperar para serem resgatados. Não hoje, somos dois”, disse.
Foram nove dias de buscas na caverna tailandesa
" Muitas pessoas estão chegando, muitas pessoas e vão tirar vocês daí”, gritou, procurando tranquilizar a todos.Um dos meninos pôde ser ouvido dizendo: "Diga que estamos com fome".
Alegria de mãe quando soube que filho estava vivo 
Entenda o Caso - O grupo, integrante do time de futebol Moo Pa, com idades entre 11 e 16 anos e seu técnico, estava explorando as cavernas em 23 de junho, quando a rápida ascensão da água causada pelas chuvas de monção bloqueou sua única rota de saída.
Mais de 1.000 pessoas estão envolvidas na operação de resgate, incluindo equipes da China, Austrália e Estados Unidos, além da Grã-Bretanha, já que o condado foi tomado por sua situação.
Mergulhadores britânicos localizaram os meninos e técnico
"Selos da marinha tailandesa encontraram todos os 13 com sinais de vida", disse o governador Narongsak Osottanakorn a repórteres que vêm acompanhando a busca cada vez mais desesperada que tomou conta do país.
Parentes dos meninos, que estiveram em um abrigo perto da caverna, esperando por um grande avanço, foram vistos torcendo, sorrindo e recebendo ligações depois de receberem as notícias. Equipes de resgate apertaram as mãos e parabenizaram umas às outras enquanto brigas ocasionais irromperam.
Ainda não está claro se algum grupo está ferido ou precisa de atenção médica, mas eles receberam géis de energia para sustentá-los enquanto um plano é elaborado para trazê-los para a segurança. 
Walther Alvarenga


  

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.