Casa da Arca da Aliança foi encontrada, garantem cientistas em Jerusalém.

Cientistas e arqueólogos trabalham em Kiryat Ye'arim

As escrituras dizem que a Arca foi construída pelos israelitas
A notícia de que a Casa da Arca da Aliança teria sido encontrada foi assunto na Europa e nos EUA. Você, leitor do BLOG, acredita? Cientistas garantem que sim. Por milênios os aventureiros procuraram pela Arca da Aliança, mas agora a verdade pode finalmente ser consolidada.
As escrituras dizem que a Arca foi construída pelos israelitas de acordo com as instruções de Deus e causou desastre a seus inimigos quando conquistaram a Terra Santa. Mais tarde, ela seria capturada pelos filisteus, mas depois de afligi-los com uma série de infortúnios, foi devolvida aos israelitas em Kirjathjearim, onde permaneceu por alguns anos. 

Os arqueólogos estão quase certos de que a cidade moderna de Kiryat Ye'arim, onde vêm sendo feitas escavações desde 2017, é o mesmo lugar.
O professor Israel Finkelstein, da Universidade de Tel Aviv, que está conduzindo a escavação no local, disse que há vários fatores que identificam o lugar como sendo o da lenda bíblica.
Arqueólogos apostam que mistério pode ter solução
“Ele se encaixa na descrição detalhada por Josué na fronteira entre as tribos de Benjamim e Judá. Não há outro local para se encaixar nessa descrição”, enfatiza Israel Finkelstein.

“Nos tempos bizantinos, o historiador Eusébio disse que Quiriate-Jearim estava a nove ou dezesseis quilômetros a oeste de Jerusalém, e este lugar corresponde com a localização”, argumenta.

“Também o nome da colina em árabe - Deir el-Azar - preserva o nome do mosteiro bizantino: o Mosteiro de Elazar. De acordo com o livro de Samuel, Elazar era o sacerdote encarregado da Arca”, diz o professor.

Junto com seus colegas, Thomas Romer e Christophe Nicoll, do College de France, o professor Finkelstein cava em Kiryat Ye'arim desde agosto de 2017 como parte da escavação da família Shmunis.

E embora ele não tenha encontrado nenhuma evidência da própria Arca, Israel acredita que pode lançar alguma luz sobre sua verdadeira natureza.

Kirjathjearim montou a fronteira de dois reinos antigos - Israel ao norte e Judá ao sul - com escavações sugerindo que o local foi usado pelo primeiro para controlar o último.

Contra esse pano de fundo, o professor Finkelstein acredita que a história da Arca foi inventada para dar à Kirjathjearim a legitimidade religiosa como centro administrativo.

Ele também enfatiza um passado lendário quando os dois reinos estavam unidos sob um único governante, legitimando ainda mais o antigo domínio de Israel sobre seu vizinho do sul.

 “Não estamos procurando pela Arca. Estamos tentando entender a Narrativa da Arca: quem a compôs, quando e por quê?”, justifica o professor Finkelstein. 

Walther  Alvarenga





Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.