O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

9 adolescentes brasileiros detidos nos EUA. Vitor Fraga não foi liberado.

Vitor, segundo Itamaraty, detido com outros jovens.
Vitinho, até o encerramento desta matéria, continuava em Chicago.
 A situação do adolescente brasileiro, Vitor Fraga, de 15 anos, o Vitinho, que continua detido em um centro para menores de Chicago, ainda não está resolvida. Seus pertences e até mesmo a roupa do corpo foram entregues para as autoridades locais e o garoto usa uniforme.
 No local onde Vitinho está detido, segundo divulgou o Itamaraty, têm nove  adolescentes brasileiros  - todos eles, evidente, na condição de infratores. Apenas nesse ano, 37 adolescentes brasileiros, com problemas na Imigração, foram levados para lá.
Entenda o caso: O adolescente Vitor Fraga tinha no passaporte o visto de turista ao desembarcar nos EUA na companhia da avó – os pais não embarcaram, mas ele portava autorização de viagem.
Vitinho foi alvo de investigação por parte do Oficial de Imigração, ao passar pelo guichê de entrada no país, no aeroporto de Houston, no Texas – ele pegaria outro voo para São Francisco, na Califórnia. Mas o inesperado ocorreu – surgiu um impasse.
Vitor Fraga e família, pouco antes de ele embarcar para os EUA.
O Oficial de Imigração checou no computador o status do Vitinho e verificou no sistema que o garoto estava matriculado em uma escola pública de São Francisco, exatamente o seu destino, onde se encontraria com a madrinha que reside naquela cidade.
Com visto de turista não é permitido trabalhar ou estudar nos EUA, é contra a lei do país. O Vitinho tinha sido matriculado em escola pública por uma tia, mas não possuía  o visto de Estudante. Resultado: ele foi mandado para um abrigo para adolescentes infratores.
 Agora, o garoto aguarda – sabe Deus quando -, obter autorização de soltura do juiz.
O caso do Vitor Fraga, e de outros adolescentes que tentaram burlar a lei americana, alertou a Imigração quanto ao índice de ilegalidade em escolas públicas do país. É proibido matricular alunos com visto de turista.
O cerco se fechou e as escolas públicas no Estado da Flórida não vão mais aceitar matrículas de alunos estrangeiros com o visto de turismo.
O pai do Vitinho, Renato Fraga, até o encerramento desta matéria, continuava hospedado em um hotel de Chicago, acompanhando o caso  do filho.
Erros acontecem, evidente, entretanto, algumas situações podem acarretar danos irreparáveis. Imagine para um garoto de 15 anos, caso do Vitinho, cheio de sonhos para estudar nos EUA, de repente esbarrar no rigor de leis que punem com severidade.
A família, na altura dos acontecimentos deve estar aos “frangalhos”, emocionalmente. Tomara que o garoto seja logo liberado e que volte para o Brasil o quanto antes.

Walther Alvarenga

Nenhum comentário