O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cientistas desenvolvem medicamentos para combater perigos do "Fast Food"


Alimentos processados são prejudiciais à saúde.
A nova droga protege o fígado e evita outras doenças
Quem é que não gosta de degustar hambúrguer com batatas fritas? Um lanche rápido para saciar a fome, mas que provoca um estrago sem precedentes em nosso organismo. O que poucas pessoas sabem – ou não se importam-  é que o efeito negativo que esses alimentos gordurosos causam no fígado é devastador. 
E para combater esse vilão, cientistas desenvolvem novas drogas - droga sintética, URMC-099 -, que interrompem os efeitos nocivos do fast food no fígado. E os resultados têm sido positivos.
Um tratamento que reverte o dano no fígado, causado por uma dieta rica em açúcar e alimentos processados ​​foi desenvolvido por cientistas. Uma droga que destrói cicatrizes e inflamação devido ao "fast food", conhecida como doença hepática gordurosa, teve sucesso no laboratório. Os testes em humanos devem começar dentro de dois anos. 
A droga é projetada para quebrar o ciclo vicioso causado quando as células imunes entram em "overdrive" (exaustão) , em resposta a uma dieta pobre e persistente. A droga sintética, URMC-099, restaurou o equilíbrio entre células imunes e hepáticas em camundongos.
Delicioso, entretanto, uma bomba para o fígado.
Segundo o professor e cientista, Handy Gelbard, “isso representa a promessa de um medicamento que pode ajudar a combater muitas outras doenças associadas a um sistema imune inativo hiperativo causando danos celulares". 
“Alimentos gordurosos e açucarados podem desencadear inflamação no fígado e o corpo responde enviando células imunes para neutralizar a ameaça”, enfatiza o médico. 
“Um fígado regularmente confrontado com altos níveis de gordura e açúcar não pode desintoxicar e isso causa danos nas células e, eventualmente, o fígado não pode funcionar corretamente. É como fumar em torno de um tanque de gasolina", alerta.
Walther Alvarenga

Nenhum comentário