O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Exclusivo: James Bond foi proibido de chorar.



George Lazenby e atriz Diana Rigg, em 1969, no filme de 007.
Ator que viveu o Agente 007 faz revelação surpreendente
Aos 77 anos, o ator George Lazenby que interpretou no cinema o agente mais famoso das aventuras incríveis, James Bond – Agente 007 -, em 1969, fez uma declaração bombástica sobre o lendário herói. Segundo George, os diretores não permitiam que Bond mostrasse fraqueza ou viesse às lágrimas.
Entretanto, na cena em que a primeira e única esposa do Agente 007 é morta com um tiro na testa - interpretada pela atriz Diana Rigg -, logo após o casal deixar a igreja, rumo a lua de mel, é antológica. O filme, "James Bond no Serviço Secreto de Sua Majestade". (assista a cena abaixo

George Lazenby  insistiu com o diretor Peter Hunt para que Bond derramasse lágrimas em cena tão fatal, mas a resposta foi “não”. O agente teria de ser durão. O ator gravou a sequência de morte, mas voltou para o camarim insatisfeito.
O ator australiano fez um único filme de James Bond, e recebeu elogios de críticos do cinema em Hollywood. Os anos se passaram, relata George, mas ele jamais se esqueceu de sua insistência diante de um roteiro que mostrava um agente implacável, proibido de chorar.
“Quando revejo a cena me sinto incomodado”, diz George. “O James Bond tinha que chorar, mas o meu diretor mostrou-se irredutível”. (Walther Alvarenga)

(Assista a cena Antológica em que Agente 007 foi proibido de Chorar)

Nenhum comentário