O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Já se foram 50 anos do discurso "I Have a Dream” de Martin Luther King

A força e o ímpeto de Martin Luther King diante de poderosos
Memorial de Lincoln em Washington é um marco histórico
E lá já se foram 50 anos. O discurso histórico "I Have a Dream"  - Eu tenho um sonho -, que o reverendo Martin Luther King Jr. proferiu durante a Marcha em Washington por Emprego e Liberdade em 28 de agosto de 1963, continua reverberando nos EUA. (assista ao vídeo do discurso de King abaixo)
O discurso mais famoso reuniu mais de 250.000 pessoas no Memorial de Lincoln em Washington, um lugar altamente simbólico para a comunidade Africano-americana.
Grande parte do seu impacto, dizem analistas, deve-se ao fato de não ter sido um discurso apenas para negros, ou só para cristãos, mas para todos os americanos – e, de certa forma, para todos que buscam uma sociedade mais justa. É por isso também que, passado meio século, ele não envelheceu.
Martin Luther King começou o pronunciamento em ritmo lento, lendo um texto preparado com antecedência com referências à retórica igualitária da Constituição americana e à Declaração de Independência.
O Pastor King comoveu o mundo com seu discurso histórico
Ao fim, falando de improviso, ele comoveu a multidão que o ouvia com uma mensagem de esperança. “Digo a vocês hoje, meus amigos, mesmo que enfrentemos dificuldades hoje e amanhã, eu ainda tenho um sonho. Um sonho profundamente enraizado no sonho americano”, declarou.
No trecho espontâneo, ele também se apropriou de versos da canção nacionalista popular "My Country ‘Tis of Thee" (Meu País é de Vocês"),
Segundo o historiador Gary Yougue, autor de dois livros sobre King, a força do discurso reside na possibilidade muito ampla de interpretação, fazendo com que todos (ou quase) concordem com o que foi dito. 

Brancos e negros se uniram em corrente de fé e esperança.
Embora a luta pelo fim da segregação racial nos EUA tenha sido dura e polarizada, a fala do reverendo conseguiu incluir a todos.

Muitas pessoas em Washington visitam o Memorial de Lincoln para reviver um dos momentos mais marcantes da história dos negros nos EUA, que enfrentaram o autoritarismo. 

Memorial de Lincoln em Washington
Para quem chega diante do imponente monumento, no ponto exato onde King discursou, muita comoção, frente a grandeza de um pastor que morreu – ele foi assassinado –  pela liberdade do seu povo. (Walther Alvarenga)

(Veja os principais trechos do discurso de Martin Luther King)
  

Nenhum comentário