O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Robô budista gera polêmica em Feira fúnebre no Japão.

"Pimenta", o robô monge budista foi alvo de discussão entre japoneses.
Ele canta, toca tambor e foi preparado para cerimônia fúnebre
A grande novidade e atração da tradicional Expo da Indústria do Fim de Vida em Tóquio -  evento fúnebre -, é um robô que atraiu os olhos de empresários e visitantes. Trata-se do robô monge budista especialmente preparado para cerimônias fúnebres, que tem o nome – em português – de “Pimenta”, isso mesmo.
O “Pimenta, que custa 400 euros, toca tambor ao mesmo tempo que entoa sutras com a sua voz computorizada. Michio Inamura, responsável da Nissei Eco, foi quem criou software para o robô do SoftBank Group Corp.
Na Feira tem até o lançamento de caixão para sepultamento
O monge budista Tetsugi Matsuo, que foi à exposição para ver de perto o robô “Pimenta” disse que a invenção é engenhosa, entretanto, não conseguirá incorporar o lado do “coração”, a emoção, algo que ele considera ser à base da religião.
Em contrapartida, na Expo Fim da Vida você encontra as últimas novidades em caixão para sepultamento - coisa mórbida -, inclusive, pode optar pelo modelo do carro funeral, de vários estilos e preços. E acredite, o evento é um sucesso no Japão.  
O cliente pode escolher tipo de carro fúnebre para o seu funeral
De qualquer forma, o robô foi o centro das atenções e gerou polêmica entre os japoneses. Teve pessoas que levaram o “Pimenta” para em casa, atraídos pelas suas habilidades. Outros, os supersticiosos, consideraram um “mau agouro” ter o robô em casa. E você, o que  pensa disso?
Walther Alvarenga





Nenhum comentário