O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Indocumentados proibidos em voos domésticos nos EUA? Advogado de Imigração esclarece.

Aeroportos aderem ao novo sistema de checagem de documentos
Dr. Walter Santos explica controvérsia que gera polêmica entre emigrantes
Há uma série de controvérsias quanto ao embarque de passageiros indocumentados nos voos domésticos dos EUA, a partir de normas adotadas nos aeroportos do país. A informação veiculada neste BLOG causou polêmica e mobilizou a Comunidade Brasileira que reside no país comandado pelo republicano Donald Trump.
E para esclarecer essa questão o Dr. Walter Santos, um dos mais respeitados advogados de Imigração da Flórida, da  “Santos Law Firm”, em Orlando, enfatiza pontos importantes quanto ao embarque  - ou não -, de imigrantes sem documentos. A entrevista foi publicada pelo Jornal Nossa Gente, na edição deste mês de setembro, Flórida.
A nova medida – quanto ao embarque de pessoas sem documentos, inviabilizando inclusive a driver license nos aeroportos - , Dr. Walter Santos esclarece o seguinte:
“A Lei Federal criou um critério de identificação de passageiros – não são todos os aeroportos que aderiram a essa medida -, que irá mostrar o seu status ao ser lido pela máquina de identificação”.
Passageiro pode ser abordado por agente de imigração
“É um processo que facilitará aos agentes dos aeroportos saber quem você é realmente, se o documento apresentado é seu de fato. Não há uma intenção de deportar ou criar problema para o passageiro, compreende?”, informa o advogado.
“Agora, nas áreas dos aeroportos têm oficiais de imigração trabalhando. E você pode ser surpreendido a qualquer momento para averiguação da sua documentação. Nesse caso, é um processo habitual da imigração. E evidente que você não pode voar com um documento vencido ou falso. Tem que estar válido, seja o passaporte ou outro documento exigido para o embarque”.
Aeroportos averiguam veracidade da documentação
Lembra Dr. Walter Santos que se o passageiro – no caso o imigrante -, que não portar o documento exigido pelos aeroportos que aderiram à nova medida de fiscalização da documentação, poderá ter problema.
“A ideia de Trump (Donald) é bloquear a entrada de estrangeiros. Ele quer que todos vão embora do país, tanto é que está tendo mudanças na concessão do green card à família, ou seja, apenas a mulher e o marido, além dos filhos menores de idade, poderão ter direito ao documento’.
“Antes, a esposa poderia passar o green card para um outro parente, o que não será mais permitido”, alerta.
“Nos próprios ônibus têm batidas da imigração. Quantas pessoas foram detidas dentro de ônibus – e trens -. É tudo muito bem fiscalizado. Não há como escapar do crivo da imigração americana”, reforça.
“É aquela situação: todo mundo precisa se regularizar no país, é um processo burocrático importante. As pessoas devem consultar os profissionais de imigração, os advogados, para ter uma orientação segura e não ficar dando ouvidos à boataria”.
“As pessoas querem respostas em dois minutos para um problema de uma vida inteira”, finaliza o advogado.
 Documentos que serão exigidos nos aeroportos:
* Os passageiros adultos de 18 anos ou mais devem mostrar uma identificação válida no ponto de controle do aeroporto para viajar.
* Licenças de motorista ou outros cartões de identidade estadual emitidos pelo Departamento de Veículos Motorizados (ou equivalente)
* Passaporte dos E.U.A.
* Cartão de passaporte dos EUA
* Cartões de viagem confiáveis ​​do DHS (Global Entry, NEXUS, SENTRI, FAST)
* Identificação militar dos EUA (serviço ativo ou militares aposentados e seus dependentes e civis do DoD)
* Cartão de residente permanente
* Cartão cruzado fronteiriço
* Licença de motorista reforçada designada pelo DHS
* Identificação de foto emitida pela tribo federalmente reconhecida
* Cartão HSPD-12 PIV
* Passaporte emitido pelo governo estrangeiro
* Carteira de motorista provincial canadense ou cartão do Canadá e da Índia
Credencial de identificação do trabalhador de transporte
* Cartão de Autorização de Emprego dos Serviços de Cidadania e Imigração dos EUA (I-766)
* EU Merchant Mariner Credential

 Walther Alvarenga

Nenhum comentário