O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Morre mulher mais rica do mundo. Herdeira do império de cosméticos L'Oreal.

Lillian Bettencourt estava em Paris, ao lado da família.
Trajetória de Lillian Bettencourt marcada por escândalos e presentes milionários
Lillian Bettencourt, considerada pela revista Forbes como a mulher mais ricas do mundo, herdeira do império francês de cosméticos L'Oreal, morreu nesta quinta-feira em Paris, aos 94 anos. Reverenciada pela alta sociedade, Lillian tinha um patrimônio líquido avaliado em € 33 bilhões, figura marcante nos eventos glamorosos da França.
Ao longo de sua vida, Bettencourt doou milhões de dólares para educação, museus e pesquisas médicas.
O presidente e CEO da L'Oreal, Jean-Paul Agon, falou sobre a morte da bilionária, tecendo elogios ao seu comportamento e dedicação à empresa: "Todos nós tivemos uma profunda admiração por Liliane Bettencourt, que sempre observou a L'Oreal com determinação, valorizando os seus funcionários. Ela acompanhou de perto o sucesso e o desenvolvimento da empresa”.
Lillian marcou presença nos principais eventos com elegância e carisma
"Ela contribuiu pessoalmente para o sucesso empresarial por muitos anos. Uma grande mulher da estética e da beleza nos deixou, nunca a esqueceremos".
Lillian Bettencourt tinha participação majoritária na L'Oreal, a maior empresa de cosméticos do mundo, e esteve no conselho da empresa até se aposentar em 2012.
Mas ela continuou a fazer sucesso, sempre nas manchetes dos principais jornais, devido ao seu envolvimento com as campanhas e lançamentos de produtos da L'Oreal.
Em 2007, a filha de Lillian Bettencourt, Françoise Bettencourt-Meyers, acusou judicialmente o fotógrafo de celebridades Francois-Marie Banier, alegando que ele teria se aproveitado de sua mãe, recebendo presentes milionários, inclusive, um quadro original de Pablo Picasso.
A Sra. Bettencourt argumentou que ela gastava seu dinheiro com quem quisesse, no entanto, à filha disse que sua mãe, sofria de demência e de Alzheimer.
Ao lado da filha, Françoise, que denunciou usurpadores de sua fortuna.
Foi um escândalo e o fotógrafo Banier acabou sendo preso por três anos e teve que devolver “presentes” avaliados em  € 158 milhões. Durante a batalha do tribunal, a filha também alegou que o gerente financeiro da Sra. Bettencourt, Patrice de Maistre, havia canalizado o dinheiro da fortuna da herdeira para ajudar a financiar a campanha eleitoral do presidente francês Nicolas Sarkozy em 2007.
Sarkozy negou qualquer irregularidade, e os encargos relativos ao financiamento ilegal de sua campanha presidencial foram descartados em 2013.
Walther Alvarenga 


Nenhum comentário