O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Terremoto: 49 mortos, 27 prédios destruídos na capital mexicana.

O cenário é de guerra. Edifícios desabaram na capital mexicana.
Presidente Enrique Pena Nieto mobiliza equipes de resgates
Pelo menos 49 pessoas morreram até o momento na capital do México, após o terremoto de magnitude 7,1 que atingiu a cidade, causando destruição de edifícios. O presidente do México, Enrique Pena Nieto, disse que pelo menos 27 prédios foram destruídos. O forte tremor aconteceu às 13h15 ( hora local).
Há relatos de pessoas presas ou debaixo dos escombros de edifícios destruídos. O governador do estado vizinho de Morelos disse que pelo menos 42 pessoas morreram lá. Mais cinco pessoas morreram no estado do México, disse o governador Alfredo Del Mazo a TV local.
Socorristas e voluntários se unem
Fernando Clemente, um funcionário de proteção civil no estado de Puebla, disse que duas pessoas morreram depois que uma escola foi destruída.  
Os socorristas trabalham para limpar os detritos de um edifício complemente destruído na Cidade do México. Uma mulher é puxada viva dos escombros do edifício.
O US Geological Survey disse que o terremoto atingiu cinco milhas a sudeste de Atencingo, no estado de Puebla, a cerca de 100 quilômetros ao sul da Cidade do México, a uma profundidade de 32 milhas.
O prefeito da Cidade do México, Miguel Ángel Mancera Espinosa, disse que não houve relatos de mortes na capital até agora, mas que pelo menos 27 edifícios desabaram.
Há muitos feridos pelas ruas da capital mexicana
Um grande número de pacientes hospitalares foram fotografados recebendo tratamento fora da instalação por medo de que o edifício possa cair. A dentista Claudia Meneses disse que estava em sua clínica no bairro Lindavista da Cidade do México quando o terremoto atingiu.
A catástrofe ocorre no trigésimo aniversário de um terremoto de 1985 que matou milhares de pessoas e levou a mudanças radicais para regras de segurança e preparação para desastres. 
O terremoto de 1985 na Cidade do México matou 5.000 pessoas e causou sérios danos à área da Grande Cidade do México. 

Walther Alvarenga

Nenhum comentário