O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Vida após a morte? Relatos impressionantes de pessoas que sobreviveram.

Relatos que impressionam até mesmo os céticos
Um grupo de pacientes conta o que ocorreu no momento da "morte"
Você acredita na vida após a morte? Uma questão muito discutida que o jornal Sunday Express, em Londres, levantou essa semana. Para algumas pessoas, a morte não é o fim em virtude de novas tecnologias, que permitem esclarecer alguns pontos ainda obscuros. 
Graças aos avanços da medicina, os médicos agora podem trazer alguns pacientes de volta dos mortos depois que seu coração parou de bater e a atividade cerebral também cessou.
Há alguns que foram ressuscitados e estão vivos para contar o que aconteceu durante a sua “morte”, compartilhando experiências que no mínimo são intrigantes e que despertam as atenções, mesmo dos céticos. Em contrapartida, cientistas garantem que não há vida após a morte.
Relatos de quem “morreu” e ressuscitou  - Uma paciente  - ela não quis se identificar – relatou a sua experiência de morte, durante procedimento em um hospital londrino. A mulher disse que estava recebendo um angiograma - exame radiográfico dos vasos sanguíneos -, mas que durante o procedimento seu coração parou. 
"Alarme soou e os médicos e enfermeiros entraram em pânico. Meu mundo tornou-se suave e nebuloso e tudo desapareceu em preto”, relata a paciente.  
"A próxima coisa que lembro foi abrir meus olhos e ouvir um médico dizer" nós a recuperamos". Foi realmente um sentimento pacífico mais do que qualquer coisa ".
Caso 2 - Outro paciente, usuário de drogas conta que perdeu a vida por uma questão de minutos após a sobredosagem em uma combinação de heroína e Xanax.
"Lembro-me de receber uma sacudida na ambulância quando fui revivido, gritando com as enfermeiras quando me disseram que eu tinha acabado de voltar dos mortos.
"Era como dormir sem sonhar. O pensamento é aterrador. Espero que haja mais a nossa existência, uma vez que nosso tempo nesta terra tenha aumentado, mas ter experimentado a morte nada é verdadeiramente assustador”. 
"Eu não sou religioso, mas o conceito de possivelmente viver uma existência tão vazia me faz querer acreditar em algo".

Os acontecimentos durante o momento da "morte"
Caso 3 - Outra pessoa também compartilhou sua experiência do nada. Um rapaz que morreu por alguns instantes. "Lembro-me de não ter sentido nada. Eu vi nada. Quando não digo nada, não quero dizer escuridão ou emoção neutra. É apenas uma coisa própria. Eu não saberia como nomear a cor que vi ", diz.
Caso 4  - O relato de “morte” de um paciente impressiona. Ele ficou doente em um país estrangeiro e foi forçado a seguir uma dieta cetogênica (sem carboidratos) que acabou destruindo o revestimento do estômago.
Como resultado, ele sofria de náuseas e estava vomitando ao ponto de sofrer desidratação severa. Depois de verificar-se doente em seu país natal, ele foi mantido no hospital por alguns dias.
 Mas durante sua estadia o desastre atingiu seu corpo "rejeitando a hidratação, minhas veias eram planas e não sabia que meu braço não estava tomando nada disso".
Durante os três minutos ele estava tecnicamente morto, é o que aconteceu. "Eu não vi luz branca ou anjos, não ouvi vozes. Eu podia ver, mas eu não tinha um corpo
"Era como se eu estivesse em outro planeta, quando eu olhei para baixo eu vi areia e havia águas muito rasas. 
"Era como uma costa infinita. A água era provavelmente uma polegada ou duas altas, mas a melhor maneira que eu poderia descrevê-lo é quando você anda na extremidade muito rasa da costa de uma praia e essa extremidade superficial é apenas infinita, como a água nunca se tornou mais profunda ou menos profunda”, conta.
"Quando eu olhei para cima, o céu era roxo, não havia sol. A única coisa que iluminava os céus eram esses raios de luz azuis, com um tom de amarelo nos lados.
"O sentimento era tão estranho para mim. Só senti como cada problema que eu tinha, cada questão, não importa o quão grande ou tão pequeno fosse. Tudo desapareceu”. 
"Tudo acabou. Todo o cuidado que eu tinha havia desaparecido. Como se o peso do mundo fosse completamente retirado dos meus ombros. Eu estava feliz”.
Enquanto os médicos lutaram para salvar sua vida, ele disse: "De repente eu estava em queda, caindo. Tudo ficou preto e eu senti que estava caindo cada vez mais rápido. 
Ao abrir os olhos, senti o meu corpo vibrar. E a partir daquele momento, de minha volta ao mundo dos vivos comecei a sentir tudo de novo. Todas as preocupações e a tristeza. Eu me senti muito triste. Eu senti a dor de novo ", finaliza o paciente.
Walther Alvarenga


Nenhum comentário