O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Conheça mansão mais cara do mundo à venda nos EUA por 1,5 bilhão de reais

Até mesmo o bilionário Donald Trump visitou as obras da mansão 
A “casa” dos sonhos dos milionários foi construída em Los Angeles

Ela foi construída em Los Angeles, na Califórnia, e é considerada a “casa” dos sonhos dos milionários do planeta Terra. Mas quem se habilita compra-la? A mansão é uma luxúria, capaz de deixar Bill Gates sem fôlego. A atual mansão mais cara do mundo - mansão Chartwell - está à venda por 500 milhões de dólares, cerca de 1,5 bilhão de reais. (Veja vídeo abaixo)

Situada no luxuoso bairro de Bel-Air, na área metropolitana da grande Los Angeles, dizem os corretores que até mesmo Donald Trump deu uma passada por lá para vê-la de perto.

Conhecida como The One, ou a número um, a mansão de quase um hectare de terreno foi desenhada para impactar. O criador é o desenvolvedor imobiliário Nile Niami.

Então, você, leitor, terá a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre essa preciosidade de cinco andares, com sala privada de cinema, com 40 cadeiras. E mais: a silhueta do agente 007 decora o espaço.

Tem heliporto na entrada principal, veja no andar de cima da foto.
Ao todo, há 20 quartos e 30 banheiros. Mas The One  também dispõe de  uma discoteca, um cassino e uma pista de boliche. E tem piscina gigante coberta em seu interior, uma das cinco da casa, já que existem outras quatro na área externa, sendo uma delas com tela de cinema para as noites de verão.

Veja na sala de cinema a silhueta do Agente James Bond
O preço e o luxo de The One superam —e muito— a que era conhecida até agora como a casa mais cara dos Estados Unidos, a mansão Chartwell, que atualmente tem um preço que se aproxima dos 1,1 bilhão de reais.

O criador Nile Niami declarou ao programa As vidas secretas dos super ricos, que a mansão está a venda: “Há muita gente com muito dinheiro que quer o que ninguém tem”, resumiu sobre sua obra. (Walther Alvarenga)

(Conheça com exclusividade a mansão e tire suas conclusões. Vale 1,5 bilhão?)

Nenhum comentário