O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Senador republicano ataca Donald Trump e dá um basta à carreira política

Senador Jeff Flake não poupou críticas a Donald Trump
O discurso de Jeff Flake no senado teve um tom de revolta e despedida

Quando o senador Jeff  Flake se levantou e dirigiu-se ao púbito do Senado, estava a decidido a encerrar a sua carreira como congressista, de apenas um mandato. Ele não poupou críticas a Donald Trump e ao partido republicano. 

Trump recebeu o maior ataque de seu mandato por parte do alto representante do partido Republicano.

Jeff Flake, senador pelo Arizona, anunciou em pleno Senado que não disputará a reeleição em 2018, com um discurso em que disse: “Senhor presidente, hoje me ergo para dizer: já basta”.

O senador Flake representa ala moderada do partido Republicano que perdeu a paciência com presidente Trump. Mas nem todos estão dispostos a uma imolação política como a do senador do Arizona, que pode ter posto fim a sua carreira depois de apenas um mandato no Senado.

“A permanência contínua no posto não é a razão para se candidatar a um cargo. E há momentos em que devemos arriscar nossas carreiras para defender nossos princípios,” alfinetou.

O discurso de Flake, cheio de frases que ressoarão durante muito tempo, foi contundente: “Lamento o estado de nossa desunião, lamento o caráter destrutivo de nossa política, a indecência de nosso discurso, a vulgaridade de nossa liderança, lamento que se ceda em nossa autoridade moral”, disse.

O senador Flake denunciou ainda, “nossa cumplicidade neste alarmante e perigoso estado de coisas”, em referência ao Partido Republicano.

“Temos de deixar de fingir que a degradação de nossa política e as ações de alguns de nosso Executivo são normais. Não são. Quando esse comportamento emana do mais alto de nosso Governo, é perigoso para nossa democracia”, prosseguiu.

“Projeta uma corrupção do espírito e fraqueza. Os jovens estão olhando. Que faremos quando nos perguntarem ‘por que você não fez nada?’ Eu hoje me ergo para dizer: já basta.”

“O comportamento temerário, escandaloso e indigno de desculpado e considerado  como ‘dizer as coisas como são’, quando na realidade é simplesmente temerário, escandaloso e indigno”, prosseguiu Flake.

 “Tenho filhos e netos ante os quais responder, senhor presidente, e, portanto, não serei cúmplice.”

Donald Trump, por sua vez, também havia perdido a paciência com o senador Jeff  Flake durante um comício em Phoenix, e não poupou ataques, o chamando de “fraco em questões de fronteira”.

A retirada de Flake do Senado, em 2018, abre a corrida pela cadeira do Arizona. O governador é republicano e o partido tem maioria nas duas câmaras estaduais.

Trump ganhou no Arizona por apenas 90.000 votos (4%), uma diferença pequena para um Estado que não estava em disputa e era considerado tradicionalmente republicano.

Walther Alvarenga


Nenhum comentário