O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Três milhões de pessoas andam armadas, diariamente, nos EUA.


O acesso à arma de fogo é comum entre os cidadãos americanos
Dado divulgado após atirador matar 56 e ferir mais de 500 em Las Vegas

De acordo com o artigo publicado no American Journal of Public Health esta semana, três milhões de pessoas nos EUA carregam diariamente uma arma de mão carregada. O perfil dessas pessoas são principalmente homens jovens e que vivem em estados do sul. 

Os pesquisadores dizem que eles tendem a crescer em famílias que possuem armas, são politicamente conservadores e possuem mais de um tipo de arma de fogo.

Este dado foi levantado há três semanas desde que o atirador matou 56 pessoas e feriu mais de 500 outros em um ataque durante festival de música Country em Las Vegas.
O massacre foi o mais mortal na história dos EUA, que tem a maior taxa de assassinato ou homicídio por arma de fogo no mundo desenvolvido.

O estudo, compilado por pesquisadores da Escola de Saúde Pública da Universidade de Washington, da Universidade do Colorado, da Escola de Saúde Pública de Harvard e da Universidade do Nordeste, analisou o comportamento de 1.444 donos de armas utilizando dados de uma pesquisa nacional de 2015.

Dois terços deles disseram que carregaram suas armas de mão escondidas, enquanto 10% o fizeram de maneira aberta.

A pesquisa é a primeira em mais de 20 anos para examinar como e de que maneira os adultos dos EUA carregam armas de mão carregadas.

Os pesquisadores disseram que as leis estaduais sobre o transporte de armas de fogo diminuíram desde a década de 1980 e que alguns entrevistados da pesquisa admitiram ter carregado abertamente uma arma de fogo mesmo em regiões onde era ilegal.

Johnathan Pring entregou seu arsenal de armas à polícia
Jovem entrega armas à polícia - O jovem Johnathan Pring entregou seu arsenal de armas à polícia, após o maciço tiroteio em Las Vegas. Algumas pessoas o criticaram, mas Pring não se importou e escreveu no Facebook: "As pessoas nas mídias sociais e nas notícias estão fazendo perguntas e estão procurando respostas”, disse.

"Eu tenho uma resposta. Se os civis não tiverem armas, os eventos de tiro em massa ocorrerão com menos frequência ".

"Espero que minha iniciativa – de entregar as armas à polícia – sirva de inspiração a outros jovens americanos. Se conseguirmos um mundo mais seguro para os nossos filhos, teremos feito uma coisa boa", ressaltou.


Walther Alvarenga

Nenhum comentário