O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Arquivos do FBI acusam Martin Luther King de liderar "orgia sexual”

Revelações secretas do FBI complicam imagem Martin Luther King
Documentos do FBI causam indignação das comunidades negras dos EUA
Arquivos divulgados pelo Arquivo Nacional relativos ao assassinato do presidente John F. Kennedy incluem afirmações de que Martin Luther King Jr. participou de uma "orgia de sexo durante toda a noite". O pastor estaria envolvido em atos libidinosos, envolvendo prostitutas.
O documento do FBI, intitulado "Martin Luther King, A Current Analysis" e datado de 12 de março de 1968, compilou informações de base sobre o Pastor King, incluindo suas influências, associadas a supostos assuntos de propensões sexuais.

A introdução ao documento de 20 páginas diz: "O curso que o rei – referência a Martin Luther King - escolheu seguir em momento crítico pode ter um impacto importante sobre o futuro das relações raciais nos Estados Unidos.

"E, por essa razão, este artigo foi preparado para dar uma visão sobre a natureza do próprio homem, bem como sobre a natureza do ponto de vista, objetivos, táticas e as razões para isso".

Uma seção intitulada "Conduta pessoal do rei" menciona alegados casos e uma carta infame do FBI pedindo que Martin Luther King se mate.
O documento remete repetidamente a alegados atos sexuais que King gostava de se envolver como "antinatural" e "anormal". 
Comportamento obscuro, segundo FBI, do líder dos negros nos EUA.
Também se refere às oficinas que o Martin Luther King realizou em Miami, na Flórida, que foram financiadas pela Fundação Ford para treinar ministros negros em liderança.

O documento afirma: "Um ministro negro mais tarde expressou seu desgosto com a bebida, a prostituição e a homossexualidade, que ficaram atrás da cena, durante conferência”.

"Várias prostitutas negras e brancas foram levadas a Miami”, quando, segundo documentos do FBI, foi realizada uma noite de orgia com essas prostitutas e alguns delegados presentes.

"Um quarto tinha uma mesa grande que estava cheia de uísque. As duas prostitutas negras receberam US $ 50,00 para fazer show de sexo para o entretenimento dos convidados. Uma grande variedade de ações sexuais ocorreram na ocasião".

Os relatórios continuam com mais denúncias: "Já em janeiro de 1964, o rei se envolveu em outra orgia sexual de dois dias em Washington, DC.

"Ao longo dos anos que se seguiram e até essa data, King continuou com suas aberrações sexuais, secretamente, mantendo-se à vista pública como um líder moral de convicção religiosa".

As supostas ações de Martin Luther King, denunciadas pelos relatórios do FBI, vêm provocando reações de protestos nas comunidades negras dos EUA, que alegam que tais declarações têm como objetivo difamar a memória o líder religioso.

Walther Alvarenga



2 comentários:

  1. Um quarto tinha uma mesa grande que estava cheia de uísque. As duas prostitutas negras receberam US $ 50,00 para fazer show de sexo para o entretenimento dos convidados. Uma grande variedade de ações sexuais ocorreram na ocasião
    Read more at bao cao su top

    ResponderExcluir