O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Imagens impressionantes de desertor norte-coreano fugindo pela fronteira. Veja.

Soldado desertor norte-coreano corre à fronteira em busca de liberdade
O soldado foi alvejado a tiros mesmo em território sul-coreano.
Impressionante as imagens do desertor norte-coreano, que atravessou a fronteira do país, na tentativa desesperada de liberdade, quando os soldados de Kim Jong-un abriram fogo. A classificação e a identidade do soldado não foram divulgadas. (Veja vídeo abaixo)
O soldado fugiu do regime desonesto de Kim Jong-un em Panmunjom, referido como a "aldeia da trégua", em 13 de novembro, onde foi baleado pelo menos quatro vezes por soldados que perseguiram.
As imagens da fuga – liberadas nesta terça-feira -, pelo Comando das Nações Unidas (UNC), mostra imagens da sequência de tentativa de fuga do soldados desertor antes de se alvejado a tiros.
Soldado norte-coreano foge no jipe em direção à fronteira
O vídeo mostra o fugitivo dirigindo um jipe, ​​que fica preso em uma vala, antes de fazer uma corrida desenfreada ao atravessar a fronteira, quando foi atingido.
Depois de cair ferido, no ponto de cruzamento, o soldado foi arrastado para a Coreia do Sul por três soldados, incluindo o vice-comandante da unidade de segurança da fronteira.
Quando o fugitivo chegou ao hospital, o cirurgião líder Lee Cook-Jong disse que o fugitivo sobreviveria.
Ele afirmou: "Ele está bem. Ele não vai morrer".
Um funcionário da UNC revelou que a Coreia do Sul acusou a Nação de Kim Jong-un de violar o acordo de armistício de 1953, entre as duas nações, depois que a filmagem exibiu o soldado norte-coreano cruzando a fonteira e entrando em território sul-coreano, mesmo assim sendo baleado.  Não respeitaram os limites de fronteira.
Segundo médicos que socorreram o soldado norte-coreano, foram  encontrados vermes parasitas no seu estômago, depois que os cirurgiões lutaram para salvar sua vida após a chegada do helicóptero a um hospital em Suwon, ao sul da capital do país.
O Dr. Lee Cook-jong declarou: "Nos meus 20 anos como cirurgião, eu só vi algo assim em um livro de texto médico”, denuncia.
Soldado norte-coreano abandona jipe e corre para atravessar fronteira
"Encontramos dezenas de worms parasitas totalmente crescidos em seus intestinos danificados. Foi uma grave infecção parasitária", enfatiza.
Dr. Lee mostrou fotografias de dezenas de parasitas removidos do estômago do soldado, após uma série de operações que salvaram sua vida.
Especialistas em vermes parasitas não ficaram surpresos com as descobertas. Eles disseram que isso demonstra as condições empobrecidas da Coreia no Norte, acrescentando que os parasitas podem ser um sinal de que o estado ditador  está usando fezes humanas como fertilizantes.
Choi Min-Ho, professor da Faculdade de Medicina da Universidade Nacional de Seul, especialista em parasitas, disse: "Embora não tenhamos figuras sólidas mostrando condições de saúde da Coréia do Norte, especialistas médicos assumem que os problemas de infecção parasitária e problemas de saúde graves têm sido prevalentes no país."
Os soldados da Coréia do Norte, especialmente os que se deslocam perto da fronteira com a Coréia do Sul, recebem prioridade no racionamento de alimentos.
Mais de 30.000 norte-coreanos fugiram para a Coréia do Sul, uma vez que a fome matou mais de um milhão de pessoas no Norte na década de 1990.
Desde então, os organismos internacionais de socorro relataram que há uma desnutrição generalizada e um crescimento atrofiado entre muitas crianças no Norte. 
(Walther Alvarenga)
(Assista momentos dramáticos da fuga do soldado norte-coreano pela fronteira)

Nenhum comentário