O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Trump não se curva perante imperador do Japão. Liderança ou prepotência?

Donald Trump foi recebido pelo Imperador Akihito, no Japão.

Ao contrário de Barack Obama, Trump optou pelo aperto de mão.

Faltou diplomacia e respeito às tradições do Japão, alega imprensa asiática, com a falta de reverência do presidente dos EUA, Donald Trump, que chegou neste domingo ao Japão, acompanhado da esposa, Melania.

E o que causou estranheza e comentários é que no encontro com o imperador japonês, Akihito, Trump optou por um forte aperto de mão, sem se curvar, o que seria correto. Na cultura japonesa, curvar-se perante um anfitrião é um sinal de respeito.

Foi uma gafe – mas no caso de Trump mera arrogância -, gerando certo desconforto para o pessoal do cerimonial dos EUA.

Trump não se curvou e preferiu o aperto de mão
O Departamento de Estado norte-americano aconselha os presidentes e diplomatas a reconhecerem os costumes locais, mas, no entanto, não aconselha os líderes a curvarem-se.

Trump e Melania recebidos pelo Imperador japonês e esposa
Quando Barack Obama se curvou perante o imperador durante sua primeira visita ao Japão, os críticos classificaram o movimento como um sinal de fraqueza.

 A viagem ao Japão neste domingo foi a primeira paragem de uma viagem pela Ásia, que levará Donald Trump à Coreia do Sul, China, Vietnam e Filipinas.


Walther Alvarenga

Nenhum comentário