O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Irmão de Messi é preso na Argentina por suspeita de crime

Barco de Matías Messi, irmão de Messi, tinha sangue e uma arma. 

Matías Messi tinha o rosto coberto de sangue e seu barco levava arma

Uma situação sombria envolve o irmão do craque Lionel Messi, Matías Messi, que está detido na Argentina, depois de ter atracado um barco na cidade de Rosário, coberto de sangue. Uma arma foi encontrada no barco e o rosto do rapaz estava sangrando.

O jovem Messi teria assassinado alguém? Vítima de assalto? Segundo a imprensa da Espanha, a embarcação onde seguia Matías Messi estava manchada de sangue.

Manchas de sangue sugere possível crime, diz a polícia. 
O irmão do jogador do Barcelona foi interpelado pelo segurança do clube de pescadores onde atracou o barco, quando a polícia foi acionada. O que causou espanto era que o rosto de Matías estava lavado de sangue.

No barco foi encontrada arma, mas a família Messi nega.
O rapaz alegou à polícia que estava trabalhando quando o seu barco colidiu com um banco de areia. O acidente teria provocado cortes no seu rosto.

Desconfiados, após ver que a embarcação tinha muitos vestígios de sangue, os policiais realizaram perícias na embarcação usada pelo irmão de Messi. As autoridades encontraram uma arma a bordo.

O jornal argentino Clarín mostrou a pistola no chão do barco, num cenário sujo de sangue.  O periódico diz que se trata de uma arma de calibre 38mm e que estava carregada com seis balas.

A polícia interrogou o irmão de Lionel Messi várias vezes para o poder confrontar com a teoria de que estaria outra pessoa a bordo da lancha, e para esclarecer de quem seria o sangue.

Ao ancorar, Matías Messi tinha rosto coberto de sangue.
Matías Messi foi detido uma vez que há suspeitas de crime a bordo.

Segundo os meios de comunicação argentinos, a embarcação, que navegava no Rio Paraná, no norte da Argentina, estava devidamente legalizada.

Em comunicado, a família de Messi garantiu que "Matías sofreu um acidente" e que por isso "está no hospital em observação para ser operado ao maxilar superior e à mandíbula".

Os familiares negam que uma arma estivesse a bordo do barco usado pelo irmão de Messi. Matías tem lesões grave no rosto e deverá ser submetido a cirurgias.

A polícia argentina acabou por deter Matías no hospital Sanatorio Parque, na cidade de Rosário. O rapaz é acusado de posse ilegal de arma, mas as autoridades ainda investigam a hipótese de crime.

O Clarín lembra que em 2015, já tinha sido descoberta uma arma de fogo ilegal num carro do irmão de Lionel Messi. Na ocasião, Matías foi condenado a uma pena leve, o que poderá prejudicar o processo agora em curso com a descoberta de  arma no barco.

Walther Alvarenga

Nenhum comentário