O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Reverendo pede prece para príncipe George “se apaixonar por um bom cavalheiro”.

Declarações do reverendo Kelven Holdsworth choca os britânicos 
As declarações de membro da igreja anglicana escandaliza a Inglaterra
As pessoas devem rezar pelo príncipe George para "se apaixonar por um bom jovem", afirmou o reverendo anglicano, Kelven Holdsworth, da Catedral de St Mary em Glasgow - ativista LGBT. As declarações do religioso, estampadas no jornal britânico Sunday Express, escandalizaram.
O reverendo anglicano disse que as pessoas devem rezar para que George seja homossexual em um esforço para vencer o apoio ao casamento do mesmo sexo na Igreja da Inglaterra.
Ativista LGBT o reverendo Kelven defende casamento gay
Em uma postagem no blog, o ativista LGBT disse também: "Se as pessoas não quiserem se envolver em campanha dessa maneira na Inglaterra, devem rezar na privacidade de seus corações para que o Senhor abençoe o príncipe George com o amor de um bom e jovem cavalheiro, quando crescer”.

"Um casamento real pode resolver as coisas de forma notavelmente fácil, embora tenhamos que esperar 25 anos para que isso aconteça. Quem sabe isso possa ocorrer mais cedo do que as coisas podem resultar, por outros meios?", comenta.
Na Finlândia, com príncipe William, Papai Noel lê carta de George. 
Depois que o post viralizou no Reino Unido, o ex-capelão da rainha, Reverendo Gavin Ashenden, contornou os comentários por serem "indecentes" e "profundamente não cristãos".

Ele acrescentou que a oração solicitada era o "equivalente teológico da maldição da fada perversa em um dos contos de fadas", criticou.

“Rezar para que o príncipe George cresça dessa maneira, especialmente quando parte da expectativa de que ele herdará e produzirá um herdeiro biológico com a mulher que ele amar”.

“E rezar de forma a desabilitar e minar o papel constitucional e pessoal  do príncipe George é inaceitável", acrescentou  o Reverendo Ashenden.

Antes de os comentários serem feitos, príncipe George acompanhou seu pai, o príncipe William, em uma visita de dois dias à Finlândia em comemoração ao 100º aniversário do país.
George entregou pessoalmente uma carta ao Papai Noel, onde ele revelou que quer ganhar um carro de polícia no Natal.

Walther Alvarenga


Nenhum comentário