O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Descontente, Cristiano Ronaldo deixará Real Madrid. Manchester é o destino.

Cristiano Ronaldo diz que se sente "enganado" pelo Real Madrid

Decisão do craque português deixou torcida do Real Madrid surpresa

A notícia pegou todos os colegas e torcedores de surpresa: Cristiano Ronaldo deixará o Real Madrid em Junho. Destino? O Manchester United.  Já não bastava a grave crise de resultados do Real Madrid - 4.º lugar no campeonato, a 19 pontos do líder Barcelona -, surge agora à notícia, segundo o diário desportivo AS.

Os relatos de descontentamento por parte de Cristiano não são recentes: o constante adiamento da renovação de contrato e consequente melhoria salarial teria reforçado a intenção do craque de 32 anos - comemora 33 a 5 de fevereiro - em deixar o Real.


Fiorentino Pérez tem interesse no passe de Neymar
Segundo o jornal AS, o português já teria comunicado a decisão a vários colegas de equipe e escolhido o Manchester United, de onde saiu para o Real Madrid em 2009, por cerca de cem milhões de euros.

Cristiano Ronaldo sente-se "enganado" pelas promessas não cumpridas do presidente Florentino Pérez, feitas após a final da última edição da Liga dos Campeões, que culminou em goleada sobre a Juventus – 4 a 1 –, com dois gols de CR7.

Apesar das dicas a Pérez, este não só não ofereceu qualquer proposta como tem mostrado indícios de que procura um substituto para aquele que tem sido o principal craque da equipe desde 2009. No verão, tentou a contratação de Mbappé, que acabou no PSG, e está agora empenhado em ter Neymar.


Cristiano quer voltar para o Manchester United
Cristiano Ronaldo venceu cinco Bolas de Ouro, entre as quais as duas últimas, e é presença assídua no pódio das cerimônias de entregas do prêmio desde 2007.

Contudo, é apenas o quinto jogador mais bem pago do mundo, com 21 milhões de euros por temporada depois de ter acordado a última renovação de contrato, em novembro de 2016. Um valor invejável para o comum dos mortais, mas longe dos 36 milhões e dos 50 milhões que entram anualmente nos cofres de Neymar e de Messi.

Walther Alvarenga


Nenhum comentário