O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sangue nas igrejas da Bolívia. Cristãos presos, agredidos pelo regime comunista.

 
Cristãos na Bolívia querem ter o direito de ler a Bíblia

Igrejas invadidas, cristãos feridos. A Bíblia está proibida no país

Atos dos mais arbitrários contra cristãos na Bolívia revelam a ação de selvageria e agressões contra evangélicos e católicos nas principais cidades do país, com a proibição do uso da Bíblia Sagrada, de acordo com o Novo Código do Sistema Criminal, proposto pelo governo do presidente Evo Morales e aprovado pelo Poder Legislativo. (Veja vídeo abaixo)


Cristão são barbaramente agredidos por polícia truculenta na Bolívia
No que diz respeito à  liberdade religiosa, a preocupação dos cristãos bolivianos recai sobre o artigo 88, que prevê com prisão de sete a doze anos quem cometer determinados crimes, e no inciso 11 estabelece como sendo um desses crimes “o recrutamento de pessoas para participação em organizações religiosas ou de culto”.

Bolivianos lutam pelo direito de reverenciar Cristo
A liderança da Assembleia de Deus da Bolívia emitiu um pronunciamento, dizendo que o país se encontra em uma “situação de emergência, que pelo visto é gravíssima”. Os pastores também são contrários ao artigo 157, que legaliza do aborto.

A revolta entre os cristãos não tem voz, com isso, igrejas são invadidas e destruídas. Os fiéis são desrespeitados por policiais bolivianos truculentos.

Nos cultos o temor de invasão da polícia
A Bolívia tornou-se um antro de perseguições contra cristãos nas últimas semanas, tomada por protestos contra o Novo Código de Sistema Criminal, que atenta contra as liberdades individuais.

Pastores oram nas ruas pedindo a justiça de Deus
Pastores têm realizado passeatas e campanhas de oração no meio das ruas, sofrendo insultos e ameaças. Alguns foram levados para a prisão. Desde 2013 que Evo Morales já dava indícios de que pretendia cercear a liberdade religiosa. Seguindo o modelo comunista chinês, propôs a criação de uma “Igreja Católica Apostólica Renovada do Estado Plurinacional”, que é uma forma religiosa controlada pelo seu governo.

Regime comunista de Evo Morales revolta cristãos
O arcebispo de Santa Cruz, Sergio Gualberti, fez um sermão que vem obtendo grande repercussão, sendo considerado a mensagem mais dura vinda de um líder cristão contra o presidente.

Sergio Gualberti denunciou a tentativa de Morales se perpetuar no poder, e conseguir mudar a Constituição. “Com este sistema, a única coisa que conseguirá será a paz dos cemitérios”, causou grande comoção entre os bolivianos.

O arcebispo disse ainda: “Hoje, em nosso país, ignoram o clamor do povo”. Protestando contra a proibição de evangelização, lembrou aos cristãos: “O Evangelho nos encoraja a viver nossa vocação para levar a palavra do Senhor com alegria e convicção”.

Povo sai às ruas pelo direito à religião
Os pastores estrangeiros – incluindo o Brasil –, estão sendo forçados a deixarem o país, com ameaças de prisão. E quem tenta resistir ao regime opressor e comunista de Evo Morales está sujeito a punição severa.

Nas principais cidades do país os cristãos estão acuados, temendo por represálias, pois as Bíblias estão sendo recolhidas. E quem ministrar cultos as escondidas corre o risco de ser preso, junto da família. (Walther Alvarenga)


(Veja a revolta nas ruas da Bolívia. Cristão se unem contra regime comunista de Evo Morales)

Nenhum comentário