O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Somos culpados pela tortura dos cães, com queima de fogos na virada do ano.

Os cães são torturados na queima de fogos. Eles odeiam.
Em fuga os cães correm por todos os lados, procurando abrigo.

Poucas pessoas se preocupam com eles – os cães –, durante a queima de fogos de artifício na virada do ano. E se para os humanos a chegada de 2018 foi uma celebração, para os pobres animaizinhos representou momentos de terror, tortura chinesa, mediante as explosões contínuas nos céus. E quando o festival de “tiros” começa, é um Deus nos acudam, para os cães, evidente.

Os animais desprotegidos, aqueles que perambulam pelas ruas, entram em desespero na queima de fogos. Em fuga descomunal, correm por todos os lados, procurando um lugar para se esconder, seja embaixo de carros, de escadas ou mesmo invadindo casas alheias. Vale tudo nessa hora.

Esconder-se, seja onde for, é válido para escapar dos fogos.
Claro que há os cães que têm total amparo dos respectivos donos. Esses sofrem menos, embora o susto esteja no latido estressado do animal. Inclusive, na noite da virada, um cãozinho ficou tão abalado com os fogos – estava em apartamento no nono andar da Avenida Paulista, em São Paulo –, que pulou sobre a cama de sua dona, uivando.

Com tantos avanços no mundo dos Pets, seria ideal lançar o tapa-orelhas para os cães, evitando os abomináveis transtornos que abalam a vida dos bichinhos durante a queima de fogos de artifício.

Cada cão se vira como pode na hora do desespero
E se cachorro pudesse falar, com certeza teria muito o que conversar com seu respectivo dono no primeiro dia do ano. Iriam taxar os humanos de inconsequentes, de egoístas, que abandonam o fiel amigo no momento mais cruciante.

Muitos cães hoje estariam em clínicas de reabilitação, depois do sufoco na noite da virada. Outros passando por tratamento psiquiátrico porque a noite foi uma loucura, literalmente falando.

Se o cão falasse o dono ia ouvir poucas e boas, afinal...
A verdade é única: os cães são sacaneados na queima de fogos de artifício. E todo mundo sabe disso, mas ninguém se importa, essa a verdade. Têm pessoas que acha divertido quando o cãozinho se desespera com os fogos explodindo.

Bem, está feita a reivindicação em nome dos cachorrinhos mundo afora,  seja no Brasil, na Espanha, enfim, em qualquer parte desse planeta. Todos sofrem pela mesma causa: pavor de fogos de artifício.

Walther Alvarenga



  

Nenhum comentário