O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Justiça adia reintegração de posse da Feira da Madrugada. Alívio para 4 mil lojistas.

Liminar suspende reintegração de posse da Feira da Madrugada

Liminar aponta local como sustento de trabalhadores, favorecendo comerciantes.

Para a alegria e comemoração dos comerciantes e trabalhadores da Feira da Madrugada, agora a pouco – sexta-feira dia 23 –, uma liminar suspendeu por um mês  a reintegração de posse da Feira, no Brás, em São Paulo, prevista para domingo, 25 de fevereiro. A expressão dos quatro mil lojistas era de alívio, pois a truculência policial e intimidações estão temporariamente suspensas.

Na liminar, o desembargador José Benedito Franco de Godoi, do 12º Grupo de Direito Privado, entendeu que a reintegração “pode gerar danos irreparáveis aos comerciantes, que trabalham no local há anos e de lá tiram o seu sustento". O processo a favor da reintegração é movido pelo consórcio Circuito de Compras, que tem a concessão do local para administrá-lo pelos próximos 35 anos.

O que atemorizava os comerciantes até então, era um informe que circulava entre os lojistas e que pedia “ a retirada espontânea e pacífica de toda e qualquer mercadoria e/ou pertences existentes nos boxes e lanchonetes até o próximo sábado (24)”.

A Feira da Madrugada que mobiliza oito mil trabalhadores, e mobiliza 30 mil pessoas por dia, acontece de segunda a sábado, das 3h às 10h no Brás, na região central da capital paulista. É o maior comércio popular de compras da América Latina. 

Walther Alvarenga






Nenhum comentário