O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rússia lança ofensiva contra Síria após avião de combate ser abatido por rebeldes

Vladimir Putin coordenou os ataques contra a Síria

 Foram mais de 100 ataques coordenados por Vladimir Putin

A Rússia bombardeou a província de Idlib da Síria com mais de 100 ataques aéreos em poucas horas depois que um dos seus aviões de combate foi derrubado por rebeldes neste sábado.

Foram ataques que geraram a morte de civis, em um espetáculo de horror, orquestrado pelo presidente Vladimir Putin, denotando a fúria dos russos.

Foram mais de 100 ataques aéreos na província de Idlib
O Observatório Sírio para os Direitos Humanos (SOHR), um monitor baseado no Reino Unido da guerra civil da Síria, disse que pelo menos 68 ataques atingiram a província de Idlib na manhã deste domingo, além dos 35 ataques realizados no sábado.

Dezenas de milhares de pessoas fugiram da área para evitar serem apanhados nos ataques, mas os Capacetes Brancos, um grupo de resgate da oposição, afirmam que pelo menos 21 civis foram mortos.

Tudo aconteceu depois que um avião de combate SU-25 russo foi abatido no sábado, provocando a morte do piloto, quando ele resistiu à captura ao abrir fogo contra os atacantes rebeldes. 
Áreas devastadas em Idlib pela Rússia
A mídia russa citou uma fonte oficial confirmando que um SU-25 foi derrubado - o primeiro a ser derrubado em dois anos. O Su-25 é um jato de apoio aéreo de £ 7,7 milhões destinado a apoiar tropas terrestres e foi fortemente envolvido na guerra soviética no Afeganistão.

Tharir al-Sham, um grupo jihadista liderado pelo antigo ramo sírio da Al Qaeda, assumiu a responsabilidade de derrubar o avião, dizendo que um dos seus lutadores marcou um golpe direto com um míssil antiaéreo lançado no ombro.

O comandante sênior Mahmoud Turkomani disse em um comunicado divulgado pelo grupo: "Este trabalho é o mínimo que podemos fazer para vingar nossa gente”.

“Deixe que os invasores criminais saibam que nossos céus não são um piquenique e eles não passarão sem pagar o preço que Deus deseja", argumentou.

O Ministério da Defesa da Rússia disse que o avião foi derrubado por um míssil portátil de superfície para o ar. Um dos ataques subsequentes lançados pela Rússia matou mais de 30 militantes na área onde o avião foi derrubado, de acordo com funcionários em Moscou.
 A guerra civil da Síria, que agora está entrando em seu oitavo ano, matou centenas de milhares de pessoas e expulsou mais de 11 milhões de suas casas.
Walther Alvarenga


Nenhum comentário