O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Explosões no Afeganistão matam oito jornalistas em Cabul. Imprensa de luto.

Jornalistas foram pegos de surpresas durante explosões

Terroristas se infiltraram entre repórteres provocando as explosões
Os jornalistas correspondentes de guerra enfrentam no dia a dia de suas missões desafios que podem ser fatais. Vários jornalistas morrem em explosão que fez 25 mortos em Cabul, no Afeganistão nesta segunda-feira. Todos, vivendo a tensão dos conflitos naquele país, foram pegos de surpresa quando a área em que se encontravam foi para os ares.
Soldados afegãos tentam ajudar jornalistas feridos
Terroristas se infiltraram entre repórteres que cobriam um primeiro ataque à sede dos serviços de inteligência afegãos, provocando a catástrofe. Em meio ao clima de guerra, eles – os homens bombas – provocaram várias explosões, matando várias jornalistas.
Fotógrafo ferido em meio às explosões
De acordo com a agência de notícias britânica Reuters, 25 pessoas morreram e outras 49 ficaram feridas em duas explosões, na manhã desta segunda-feira, em Cabul, no Afeganistão. Entre as vítimas fatais está um fotógrafo da Agência France Presse (AFP), Shah Marai, e três outros jornalistas a serviço das televisões locais. 
Cenário de horror após explosões em Cabul
A AFP lamentou a morte do profissional através da conta Twitter.Segundo o comunicado do Comitê de Segurança dos Jornalistas Afegãos, existem, até ao momento oito profissionais mortos e pelo menos seis ficaram feridos.
Vários feridos em clima de guerra no Afeganistão
O primeiro ataque ocorreu junto à sede dos serviços de inteligência afegãos (NDS). Segundo fonte policial afegã, os terroristas teriam se escondido entre os repórteres que cobriam o primeiro ataque ocorrido pelas 08h00 desta segunda – horário local. 
Walther Alvarenga


Nenhum comentário