O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Por que brasileiro nos EUA sobrevive ao naufrágio da ética no Brasil?

Vista panorâmica de Boston, em Massachusetts.


O BLOG faz um comparativo entre famílias nos EUA e no Brasil

No meu convívio com os brasileiros aqui nos EUA, durante quinze dias, visitando suas respectivas famílias, fui recebido com respeito e fiquei admirado pela excelente condição de cada um deles – bom carro, casa confortável e as crianças na escola. A dignidade que o cidadão de bem merece e necessita, mesmo sendo imigrante, mesmo não tendo documentos.

Acessibilidade aos bons produtos, alimentos condizentes à saúde, atendimento médico, enfim, é um direito a todos nos EUA. Condições básicas que superam os inconvenientes que tanto incomodam as famílias de baixa renda no Brasil.

Por aqui, famílias mais simples têm um padrão de vida respeitável. E quando ressalto esse fator, não significa que eu esteja desmerecendo o meu país – sou brasileiro –, mas é preciso botar o dedo no nariz do sujeito negligente – me refiro aos políticos inaptos, que traíram a confiança do nosso povo.

O conforto é um direito de todos nos EUA
A mácula transitória do poder é tão corrosiva quanto o câncer. E no Brasil, somos vítimas da mesquinhez, de atitudes desprezíveis dos “poderosos”, que nos empurram para o quadrilátero movediço: dois passos à frente e três passos para trás.

Não faço apologia utópica dos fatos, entretanto, saber reconhecer um modelo que privilegia a todos, sem acepção de pessoas, é admirável.

Há, evidente, a intransigência do Presidente Donald Trump, mas ele defende o povo americano. Protege o seu território, embora a força do imigrante nesse país seja avassaladora.Viajei para vários pontos dos EUA, acompanhado de gente simples, trabalhadores da construção civil, house cleaner, que transitam a bordo de uma BMW, de uma Mercedes e de tantos outros carrões, comprados com o suor do seu trabalho.

Todos, indistintamente, vivem com proteção. Inclusive, ouvi de um trabalhador da construção civil a célebre frase: "Sou um pedreiro nos Estados Unidos, mas posso viajar o mundo com a minha família".

É a valorização do cidadão de bem, sem fórmula mágica ou artefatos mirabolantes, eleitoreiros, que manipulam a boa fé do povo com promessas infundadas. Viver confortavelmente bem é um direito de todos e não está restrito a pequenos grupos.

Disparidade no preço - Vi, por exemplo, numa loja para crianças aqui em Nova York o preço de uma boneca por 34 dólares, que no Brasil, pasme leitor do BLOG, é vendida por 890 reais – eu chequei o valor.

A disparidade é tamanha que chega a ser vergonhoso. Isso, um mero exemplo em meio a tantas outras situações.

Diante disso, chego à seguinte conclusão: os brasileiros que residem nos EUA sobreviveram ao naufrágio da ética no Brasil, que lesou sonhos, amputou possibilidades e que deixou o nosso povo, os brasileiros, submersos pela corrupção sem precedentes.

Walther Alvarenga





Nenhum comentário