O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Trump recua em separar filhos dos pais, e chama imigrantes criminosos de "animais".

Donald Trump quer expulsar "imigrantes criminosos" dos EUA

Fala de Trump provoca revolta nos defensores dos Direitos Humanos

Após receber duras críticas pela política arbitrária de tirar à força crianças que acompanhavam os pais na entrada ilegal aos EUA, pela fronteira, violando os direitos da criança e do adolescente, o presidente Donald Trump recuou. Mas o gesto implacável do republicano, nesta quarta-feira, segundo religiosos e grupos defensores dos Direitos Humanos, foi ainda mais sagaz.

Trump chamou alguns imigrantes indocumentados, que integram gangues, e que tentam violar a soberania dos EUA – ao entrar no país pelas fronteiras –, de “animais criminosos”. Foi contundente e reafirmou: “o país está fadado a esses imigrantes, animais criminosos”.

Imagens do reencontro entre mãe e filho comove o mundo
Tudo aconteceu durante uma mesa redonda na Casa Branca sobre as cidades “santuários” que defendem e protegem os imigrante indocumentados, que trabalham e vivem nos EUA.

“Não se pode mais acreditar nessas pessoas, elas são más e precisam ser expulsas dos Estados Unidos”, declarou Trump irritado.

Donald Trump também reuniu na Casa Branca, membros de famílias americanas que tiveram parentes assassinados por imigrantes indocumentados, que integram gangues dentro dos EUA.

“Vejam essas famílias americanas, todas elas tiveram familiares assassinados por imigrantes que entraram ilegalmente nos Estados Unidos, violando nossas leis e assassinando americanos. Esses imigrantes indocumentados são animais criminosos”, disse Trump em tom enfático.

A imprensa que cobre a Casa Branca registrou o fato e as imagens com as declarações do presidente americano acusando imigrantes de  “animais criminosos”, estão circulando o mundo.

Em contrapartida, as crianças que foram separadas dos pais à força nas fronteiras da Califórnia, voltam para o convívio dos seus, escoltadas por membros do Conselho dos Direitos Humanos. Os reencontros entre pais e filhos, são emocionantes.

A Califórnia, o estado mais povoado dos EUA e reduto democrata, está imerso e um confronto legal e político com a administração federal sobre imigração. 

Walther Alvarenga


Nenhum comentário