O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Vulcão Fuego provoca mais mortes e afeta 1,7 milhão de pessoas na Guatemala

A Guatemala está coberta de cinzas que provoca mortes de 99 pessoas

Cinzas do vulcão cobriram casas, carros e estradas. Cenário degradante.
O povo continua sofrendo na Guatemala desde que o vulcão Fuego entrou em erupção no domingo matando pelo menos 99 pessoas. A situação é gravíssima e as cinzas cobriram casas, carros e estradas. Um cenário degradante, pela nuvem aterrorizante.
O vulcão guatemalteco Fuego deixa centenas de pessoas ainda desaparecidas depois que ele explodiu violentamente no domingo cobrindo as comunidades próximas com cinzas.
Imagens chocantes surgiram de moradores tentando escapar da nuvem gigante de cinzas produzida pelo vulcão mortal.
O cenário é degradante, afetando 1,7 milhão de pessoas.
Pelo menos 99 pessoas foram mortas pela erupção do vulcão Fuego e centenas ficaram feridas, muitas das quais na área ainda estão desaparecidas.
Milhares de pessoas foram evacuadas de suas casas depois que o “Volcan de Fuego”, que significa "Vulcão de Fogo", explodiu.
O desastre do país centro-americano e a Agência Forense Inacif, na tarde desta quarta-feira, elevaram o número de mortos para pelo menos 99, contra 85. Dos 99 corpos encontrados, apenas 25 foram identificados até o momento.
Bombeiros e policiais tentam encontrar sobreviventes
Estima-se que 1,7 milhão de pessoas foram afetadas pela erupção vulcânica, com mais de 12.000 pessoas sendo evacuadas. Voluntários distribuem ajuda e água limpa para as vítimas atingidas pelo desastre.
A Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho disse ter liberado mais de 250 mil francos suíços (£ 188.807) de seu fundo global de emergência para apoiar os esforços de emergência da linha de frente. O governo mexicano também prometeu ajuda.
Cinza tóxica toma conta de cidades na Guatemala
O presidente guatemalteco Jimmy Morales declarou que haverá três dias de luto nacional pelos mortos após a erupção. A nação está em "profunda dor" devido a "perdas irreparáveis" na vida humana, disse Morales em um comunicado. 
Walther Alvarenga


Nenhum comentário