O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Iceberg maciço ameaça destruir aldeia na Groenlândia. Moradores evacuados.

A montanha de gelo assusta e ameaça a destruição de vilarejo

Montanha de gelo pode destruir pequeno vilarejo, diz pesquisadores.

Imagens impressionantes denotam um fenômeno da natureza – em consequência do aquecimento global – , mostrando uma montanha gigante de torres de gelo, que se desprendeu e que se aproxima de uma pequena aldeia, Innaarsuit, na Groenlândia, com casas coloridas. 

É o perigo iminente e os moradores do lugarejo foram retirados às pressas do local, evitando o caos, diante de uma paisagem bela, apesar das condições catastróficas.

"É como se você vivesse nos subúrbios e acordasse uma manhã e olhasse para fora, e houvesse um arranha-céu ao lado de sua casa", diz David Holland, oceanógrafo da Universidade de Nova York que faz pesquisa na Groenlândia nos meses de verão.

"Eu seria o primeiro a sair de lá."Ele alerta que as autoridades tomaram medidas emergências para evacuar aqueles que vivem mais perto da água da vila de Innaarsuit, onde o iceberg se estacionou perto da costa. 

Segundo a BBC, a vila tem apenas 169 moradores."Nessas baías rasas, esses icebergs podem entrar e ficar presos, aterrados no fundo do mar", diz Holland. "Então foi isso que aconteceu com um desses icebergs.

"O iceberg lembra o lamentável episódio ocorrido a mais de 100 anos, em 1912, quando o Titanic afundou, matando cerca de 1,5 mil pessoas ao se colidir com um iceberg, em pleno mar, que enfraqueceu a estrutura da embarcação do então chamado “navio dos sonhos”. O fato foi documentado, virou filme e até os dias de hoje é lembrado.

Na Groelândia, o iceberg assustou os moradores. "Estas são pequenas aldeias com pequenas casas localizadas à beira-mar e, de repente, aparecem icebergs, e eles se parecem com os arranha-céus de Nova York, são apenas imponentes", diz David Holland. "Eles são muito instáveis ​​e podem se separar".

No ano passado, no noroeste da Groenlândia, quatro pessoas morreram quando um deslizamento de terra resultou em um tsunami que inundou várias casas. Esse desastre está vivo na mente das pessoas, lembra a glaciologista Anna Hogg, da Universidade de Leeds, que também faz pesquisa na Groenlândia.

"Há o risco de que um grande pedaço de gelo possa romper esse iceberg muito grande, cair no oceano e causar uma pequena onda de maré que vai se arrastar e atingir a vila", diz Hogg.

"Sabemos que os icebergs são coisas bastante frágeis, eles têm muitas fraturas através deles", acrescenta ela.

As autoridades locais e a mídia estão observando atentamente o iceberg. O jornal Sermitsiaq informou neste domingo que se deslocou de 500 a 600 metros durante a noite.

Embora o processo de geleiras perdendo gelo seja natural e ocorra a cada verão, as águas ao redor da Groenlândia se aqueceram nas últimas décadas, o que significa que está acontecendo a um ritmo mais rápido. 

Walther Alvarenga

Nenhum comentário