O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Manobra de presidenciáveis empurra o povo brasileiro à cova dos leões

O eleitor está confuso, é uma grande cilada.

 É um circo de abominações, mentiras e presidenciáveis despreparados.

Não bastassem as denúncias diárias de corrupção, envolvendo o alto escalão do governo Federal, o povo brasileiro enfrenta nesse momento um dos mais desafiadores e sombrios panoramas políticos com a chegada das eleições presidenciais – no dia sete de outubro. Não há perspectivas – diria opção sensata – com os candidatos disponíveis. No Brasil, a eleição está polarizada em dois extremos: Bolsonaro e Haddad, empurrando o eleitor para o abate.

A sujeira impregnada na história de alguns presidenciáveis é tão evidente que a “inocência” do cidadão brasileiro desprovido dessas informações, nos coloca a um passo do caos. O pior está por vir!

Os horários políticos são confusos – com ataques finais entre candidatos, numa espécie de salve-se o que puder. Uma “guerra” deslavada de promessas infundadas – acho que o leitor já ouviu essa expressão outras vezes -, é insultante.

Acredite, tem presidenciável prometendo a casa própria a cem por cento; outros dizem que vão construir mais hospitais – detalhe, estão no poder há mais de vinte anos -, enquanto que a população rasteja à míngua com uma Saúde caótica.

Tem bandido fazendo campanha de dentro da cadeia, enquanto que os seus malditos discípulos- os demônios tupiniquins - semeiam ideias de um Brasil melhor. Como assim? Foi essa gente que mergulhou o país no estrume da degradação moral.

O que se vê são pessoas confusas, sem direção. O voto se tornou um projétil na iminência de uma explosão. E errar agora é dar um tiro no cérebro. Já foram tiros demais nos pés!

Tem gente pequena almejando o Bolsa Família. Tem gente grande apostando que na bala se resolve tudo. Percebe o leitor que no Brasil o conceito de pequeno ou grande tem o mesmo tamanho? A deformidade cultural nos tornam pessoas nanicas, no patamar da ignorância. 

É tudo uma cilada. Um circo armado para confundir as pessoas, deformar opiniões e deturpar com o bom senso. Que pena, Brasil, que chegamos a esse ponto. O fundo do poço.

As cores da nossa bandeira foram manchadas pela falta de vergonha de alguns homens e mulheres que deveria ser expurgados na Nação e atirados na cova dos leões. Ainda assim, creio no sol da Justiça!

Walther Alvarenga



Nenhum comentário