O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Veja os hotéis mal-assombrados na Rússia. Você se habilita?

Fachada do belo, mas intrigante Hotel Nacional

O departamento de turismo russo denominou os sinistros endereços

Evidente que quando saímos de férias o intuito é diversão, visitar locais incríveis – com muitas selfies e tudo mais. Entretanto, há os que são mais ousados, diria impetuosos, e querem vivenciar experiências pouco convencionais durante as folgas. Sabendo disso, o Departamento de Turismo da Rússia denominou os hotéis mal- assombrados do país. Você se arriscaria passar uma noite?

Imagine comprar passagem para o reduto russo e, de forma desafiadora, fazer reserva em hotéis luxuosos, que hospedaram personalidades a nível mundial. Tem um detalhe: são hotéis são mal-assombrados.

Veja o luxo do quarto do Hotel Nacional na Rússia
Atividade paranormal não é só algo que vemos na TV, e muita gente acredita que há lugares onde se pode ver fantasmas de verdade. E tem gente que investe nisso.
A Rússia não é exceção: o místico Grigóri Raspútin, o escritor Serguêi Iessênin e até mesmo o líder proletário Vladímir Lênin, são apenas alguns dos fantasmas que, dizem, habitam em hotéis russos também.
Um dos hotéis mais luxuosos de Moscou, o Nacional foi inaugurado em 1903 e recebeu muitos figurões ao longo dos anos, entre eles, a bailarina Anna Pávlova.
No Nacional o líder da Revolução Russa e primeiro chefe da União Soviética, Vladímir Lênin, também passou uma semana ali com sua mulher no quarto 107. O local é sinistro e assusta os hóspedes.
Depoimento de funcionários
Grand Hotel Europe tem muitas histórias
Acredite ou não, mas funcionários do hotel Nacional juram que a figura de um homem careca e cavanhaque é frequentemente vista no hotel tomando chá, andando pelos corredores e acendendo e apagando as luzes.
Outro endereço é do hotel localizado na rua Gorokhovaia, número 64, em São Petersburgo. Este edifício residencial que remonta ao início do século 20, em algum momento, hospedou Raspútin em seu terceiro andar.
Alguns dos hóspedes afirmam ver regularmente a figura branca de Raspútin perambulando à noite. Uau!!!
Já o Grand Hotel Europa, que ostenta uma constelação de cinco estrelas, foi inaugurado em 1875 na Praça das Artes, em São Petersburgo. Ali, desde 1706, os convidados ouviam e testemunhavam coisas horripilantes, como passos no sótão e grunhidos.
O prédio foi demolido e o novo Grand Hotel Europa foi construído no local. Mas acredita-se que o fantasma também tenha se mudado para o novo hotel - há histórias de hóspedes que, às vezes, confundem o fantasma com um dos porteiros.
Outro lugar que, acredita-se, é habitado por fantasmas é o Angleterre, em São Petersburgo. Foi ali que o famoso poeta russo Serguêi Iessênin foi encontrado morto, no quarto número 5, em 1925.

Os hotéis citados são luxuosos, estilo cenário de filmes de suspense. São confortáveis, antigos, porém mal-assombrados. O que você acha disso?

Walther Alvarenga

Nenhum comentário