O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Macron, cuida da França e reavalie negligência humanitária!

Emmanuel Macron deve reavaliar sua postura na crise de refugiados
Presidente Emmanuel Macron comete equívocos e provoca o Brasil

No ímpeto de criticar o Brasil, de responsabilizar o país pelos incêndios que ocorrem na Amazônia, o presidente francês Emmanuel Macron comete equívocos. Foi contundente ao convocar reunião de emergência com os países que integram o G-7, que acontece neste sábado, em Biarritz, no sul da França.

Macron é o presidente com maior rejeição perante a opinião pública na França, inclusive, admitindo publicamente ser incapaz de conter os distúrbios das manifestações dos “coletes amarelos” – insatisfeitos com a política do governo francês –, que vandalizam Paris, com atos de violência.

A verdade nesse imbróglio, é que o Brasil está no centro da crise Ambiental internacional, considerado o “vilão do mundo”, com imagem desgastada perante ambientalistas e líderes mundiais.

O inadmissível é que, na internacionalização dos fatos, crucifiquem o Brasil com retaliações na questão comercial, como sugeriu o governo da Finlândia para que países do bloco da União Europeia avaliem possibilidade de banir a importação de carne bovina do Brasil.

A meu ver, leitor do BLOG, gestos – falas inconsequentes e decisões imprudentes –,  tentam penalizar o Brasil, como se fôssemos o mentor das consequências climáticas que adoecem o mundo. Exageros, no caso, soam como oportunismo!

Evidente que o Brasil precisa agir com austeridade e mostrar a sua força – também pedir ajuda – no combate ao desmatamento e incêndios na floresta Amazônica. O governo brasileiro mudou o tom e levará o Exército para a cena do crime ambiental. Ou agimos com impetuosidade, ou seremos banalizados!

Sugiro a Macron, na reunião do G-7, que coloque em discussão melhoras no esquema de segurança da Torre Eilfel – estive lá e vi que após a meia-noite o sistema de segurança requer cuidados. O Brasil poderia realizar reunião para discutir a questão.

Todos, indistintamente, países europeu são falhos – veja a questão dos milhares de refugiados que morrem a deriva no mar  Mediterrâneo. Um jogo de empurra – a França está inserida neste contexto de irresponsabilidade – mostrando ao mundo que são arrogantes e negligentes na questão humanitária.

Como pode ver o nobre leitor do BLOG, apontar a negligência alheia é o mesmo que vestir terno alinhado, perfumado, quando se tem os sapatos sujos de lama. É melhor que Macron limpe a sujeira do seu país e deixe que o Brasil cuide de seus interesses! A Amazônia é brasileira!!!


Walther Alvarenga

Nenhum comentário