O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Johnson, “pato amarelo” do Brexit, desafiado pela presidente do Parlamento.

Boris Johnson apelidado de "pato amarelo" pelos britânicos

Lady Hale, pouco conhecida, surge como personificação da democracia.

No Reino Unido, enquanto a questão Brexit amarga na indecisão, com a derrota do primeiro-ministro Boris Johnson junto ao Parlamento, um contraponto surge do inesperado. Trata-se da senhora Brenda Hale, mais formalmente chamada Lady Hale, de 74 anos, pouco conhecida pelo público em geral, mas que surgiu como a personificação da democracia.

Magistrada britânica e atual presidente da Suprema Corte do Reino Unido, fala com austeridade, apontando falhas na atuação de Boris Johnson – que vive despenteado e anda desengonçado.

Brenda Hale, mais formalmente chamada Lady Hale.
Lady Hale tomou uma decisão histórica nesta quarta-feira, declarando ilegal a suspensão do Parlamento por Boris Johnson.

As considerações dessa senhora ganharam força no Parlamento britânico e afrontam as manobras do primeiro-ministro, que tenta isolar o Parlamento do Brexit, o que lhe rendeu críticas do povo britânico, que o apelidaram de “pato amarelo”.

Ostentando enorme alfinete de aranha no peito, o broche imediatamente se tornou viral nas redes sociais, a presidente Lady Hale recebe apoio da população e dos colegas do Parlamento, que a consideram corajosa, com palavras simples, mas desafiadoras.

Quem é Lady Hale

Natural de Leeds, no norte da Inglaterra, Lady Hale não seguiu a rota clássica dos grandes magistrados do Reino Unido, principalmente através do setor privado altamente elitista. 

Filha dos diretores da escola, ela tornou-se pública, antes de conseguir um lugar na Universidade de Cambridge, a primeira de sua escola neste caso. "Eu fiz direito porque meu diretor disse que eu era muito ruim para a história", relata.

Ela passou quase 20 anos ensinando direito na Universidade de Manchester, antes de multiplicar os "primeiros" da década de 1990.

Especialista em direito da família, ela é a primeira mulher nomeada para a comissão de leis da Inglaterra e do País de Gales. Ela se aposentará no início de 2020, atingida pelo limite de idade de 75 anos.

Walther Alvarenga

Nenhum comentário