O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Imagens fortes da morte de adolescente em cela na fronteira dos EUA. Veja o Vídeo.

Video mostra Gregório sentindo-se mal na prisão antes de morrer
Últimos instantes de agonia do adolescente Gregorio, de 16 anos. (assista ao vídeo abaixo)

Carlos Gregorio Hernández Vásquez, de 16 anos, da Guatemala, tinha um sonho: viver e trabalhar nos EUA. E como todo imigrante de seu país o adolescente desafiou todos os inconvenientes e fez o que muitos não conseguiram: atravessar o Rio Grande a nado, na divisa entre México e EUA.

Mas o inesperado aconteceu: ele morreu em um Centro de detenção temporário no Texas, depois de ter sido preso pelos agentes de imigração dos EUA. Detalhe: o fato aconteceu no dia 20 de maio deste ano, mas só agora – 19 de dezembro – que as imagens que mostram Gregorio morrendo na prisão foram liberadas.

O vídeo vem causando revolta entre os imigrantes da Guatemala, que acusam de omissos os agentes de imigração da fronteira. Os pais do rapaz entraram em desespero quando viram as imagens do filho em ato de desespero – as últimas horas de agonia.

Segundo enfermeira que trabalha no Centro de Detenção Temporário do Texas, quando questionada pela imprensa, ela atendeu o adolescente que não estava bem, com febre de 39,4, e diagnosticado com gripe. 

Hernandez foi encontrado morto na cela dele às 6 horas da manhã, em 20 de maio, no chão do banheiro de sua cela. Ele teve convulsões.

O vídeo obtido pela organização do jornalismo investigativo ProPublica, registra a última noite de Hernández com vida. A gravação das câmeras de segurança do Centro de Detenção começa às 1h20 da madrugada.

O adolescente tenta deitar-se no leito de cimento da cela nº 199. Seu companheiro de cela dorme sob um cobertor térmico. Hernández parece inquieto e não consegue. Ele se levanta, aproxima-se do banheiro da cela e cai outra vez, agora com convulsões.

 A ProPublica garante que obteve as imagens da polícia local de Weslaco, que investiga a morte do menino, e que, por sua vez, as obteve na CBP.

As imagens revelam contradições na versão que a CBP deu inicialmente sobre o incidente. As dúvidas começaram quando a autópsia revelou que Hernández havia morrido de uma infecção relacionada à gripe. 

As autoridades não explicaram por que ele não foi transferido para um centro médico ou foram prestados cuidados a um menor que teve febre alta no início da noite.

Walther Alvarenga


(Agonia do adolescente Carlos Gregorio, antes de morrer na prisão dos EUA)

Nenhum comentário