O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Incêndios causam a morte de 9 pessoas no primeiro dia do ano na Austrália

Bombeiros buscam por sobreviventes em meio às chamas


Cerca de 200 casas foram destruídas pelo fogo e situação é crítica

Austrália é surpreendida com incêndios florestais no primeiro dia de 2020, que devastaram parte da cidade de Nova Gales do Sul, próximo de Sidney. Nove pessoas morreram e cerca de 200 casas foram destruídas pelo fogo.

Segundo relatou o comissário adjunto da Polícia de Nova Gales do Sul, Gary Worboys, sobe para 16 o número de mortos desde o início dos fogos, em setembro.

Só nesta última semana, desde o natal, morreram nove pessoas e mais de 200 casas foram destruídas.

Cerca de 50 mil casas estão sem eletricidade na costa sul daquele estado, o mais afetado pelos incêndios e onde cerca de 2 500 operacionais combatem mais de uma centena de fogos.


Destruição é total em áreas residenciais florestais
Autoridades australianas lançaram operação de grande escala para resgatar milhares de pessoas que passaram a noite de Ano Novo cercadas pelos incêndios no sudeste do país.

Em cidades costeiras, como Mallacoota, milhares de turistas e moradores locais refugiaram-se nas praias, junto do mar.

"Estavámos todos na praia, cobertos de cinzas e de fumo", relata o ex-jogador de rugby, Al Baxter, que se encontra em Malua Beach. "Mas estávamos estranhamente calmos. As pessoas estavam o mais próximo possível do mar."

Navios, helicópteros e aviões militares foram destacados para prestar ajuda humanitária e avaliar os danos causados pelos fogos, após um dos dias mais críticos desde o início da época de incêndios florestais, com a morte de pelo menos três pessoas em 24 horas.

As regiões de Victoria e New South Wales foram as mais afetadas. Esta manhã, a fumaça era visível no sul da Nova Zelândia, a mais de dois mil quilômetros de distância.

Walther Alvarenga


Nenhum comentário