O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Diretor sul-coreano imprime nova linguagem ao cinema e desbanca estrelas hollywoodianas



 
Bong Joon-ho surpreende e mostra nova linguagem ao cinema 
O diretor Bong Joon-ho traz a beleza do cinema sul-coreano ao mundo
A vitória de Bong Joon-ho depois de quatro Óscares – incluindo o de Melhor diretor –, de Cannes, dos Globos de Ouro e de tantos outros prêmios com o seu filme “Parasita” mudou por completo a história do maior evento do cinema no mundo.
Engraçado na forma de falar, e demonstrando simplicidade que afrontou egos dos grandes diretores de Hollywood, Bong Joon-ho é hoje um dos nomes mais ovacionados no cinema, enaltecendo as produções sul-coreanas. Ele imprime uma nova linguagem no cinema e mostra ao mundo seu potencial.

A vitória sul-coreana que esmaga “1917”, filme de Sam Mendes, apontado como o favorito, denotando o primeiro filme em língua estrangeira a vencer a categoria de Melhor Filme.

Como cinéfilo convicto, confesso que passei a prestar a atenção em filmes sul-coreanos – muito bons – disponíveis na Netflix, quando me deparei com um dos trabalhos de Bong Joon-ho, “Okja” , que é muito interessante - até então não tinha assistido.

A partir daí, passei a ver filmes sul-coreanos com mais cuidado e atenção, e fiquei atraído pela sonoridade do idioma e pela cultura que nos reservas surpresas inusitadas. E, sem dúvida, este estilo – nova linguagem cinematográfica – mudas as regras de roteiros e escolha de elenco.

E ver a ascensão de “Parasita” no Oscar foi à certeza de que o diretor Bong Joon-ho chegou mesmo para mostrar ao mundo uma nova realidade, difundida na arte sul-coreana. 

Assista ao filme “Parasita” e veja que a trama fala de imigrantes e suas estratégias. Veja também “Okja” e se apaixone pela sonoridade do idioma sul-coreano. Vale a pena tentar! 

Walther Alvarenga

Nenhum comentário