O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Brasileiras que trabalham na faxina e cuidam de crianças nos EUA perdem emprego!


 
Brasileiras reclamam falta de trabalho na faxina nos EUA


Famílias americanas dispensam brasileiras temendo contaminação pelo coronavírus

Nova York se tornou o epicentro do coronavírus dos EUA, levando preocupação ao presidente Donald Trump, que já admite a gravidade da situação. Com isso, os brasileiros que vivem e trabalham em Nova York – onde se concentra a maior força da Comunidade Brasileira, a exemplo de Boston –, já sentem os efeitos da crise.

As brasileiras que trabalham como house cleaner  e mesmo babás, estão sendo dispensadas pelas famílias americanas, que temem contaminação pelo Covid-19. Um drama que já atinge a maioria, sem emprego.

Trancados em casa – em quarentena obrigatória, pois a multa é de 500 dólares –, os imigrantes brasileiros estão fora da lista de apoio do governo americano, que irá destinar verba de até 2 mil dólares às famílias carentes – obviamente não incluem brasileiros, indocumentados.

O contingente de brasileiros vivendo nos EUA, sem documentos, é muito grande, com isso, gerando preocupação, pois não há o que fazer diante da gravidade do coronavírus no país.

Evidente que os brasileiros indocumentados terão acesso aos postos de saúde, entretanto, a questão é o trabalho. Como vão fazer a partir de agora? Tem aluguel para pagar, entre outros encargos.


OBS- Importante lembrar que os dados desta matéria foram levantados, após conversa com brasileiras que trabalharam com faxina e cuidam de crianças nos EUA, dispensadas por famílias americanas. É o reflexo da crise devido ao índice de contaminação pelo coronavírus no Estado de Nova York.  

Alarmante  

Em declaração à imprensa, o prefeito de Nova York, Bil de Blasio, disse que ao menos a metade dos moradores da cidade vai se infectar com o novo coronavírus durante a pandemia. Ele ainda estimou que ao menos 20% dos infectados evoluirão para casos mais graves da Covid-19, e que parte deles morrerá.

Walther Alvarenga

#NãoSaiadeCasa

Nenhum comentário