O Mundo Emigrante passa por aqui!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Garota supera preconceito e vai às ruas da Angola engraxar sapatos. Conheça sua história!

 
Angelina Maria engraxa sapatos nas ruas da Angola

Ela tem 21 anos e precisava comer. Tornou-se engraxadora em seu país

Um caso de chamou a atenção do mundo é de uma jovem negra que engraxa sapatos na Angola, na cidade de Viana. Até então, uma tarefa relegada a garotos daquele país, mas que hoje é exercida por essa engraxadora, no exercício da tarefa há sete meses.

Precisava comer. De família pobre, Angelina Maria, jovem de 21 anos, conta que decidiu que era o momento de ousar, ir para as ruas engraxar sapatos. E não teve receio de colocar em prática o que para outras jovens de sua idade era impensável.

Angelina Maria diz que aprendeu a engraxar com a mãe, que, por sua vez, aprendeu o ofício na igreja. Há sete meses que ela engraxa sapatos, e diz que é por falta de emprego.

Angelina conta que comprou a caixa de engraxadora a 1000 Kwanzas – moeda do país –, os assentos a 500 e a pomada a 300. Usa três escovas para cada cor de sapatos, que, geralmente, são pretos, castanhos e brancos. Também utiliza água e detergente para lavagem de certo tipo de calçado, como tênis e sapatilhas.

A vida é difícil, pois a engraxadora começa a trabalhar por volta das 9h até às 17 horas. Fatura 1000 a 1.500 Kwanzas por dia. Por cada graxa, cobra 150 Kwanzas.

Angelina Maria está sem estudar, vive com a mãe no bairro Papa Simão, em Viana. Com este trabalho considera-se uma mulher batalhadora. Diz que se orgulha do que faz, afinal, ‘é trabalho digno’, relata.

Angelina Maria está em várias páginas de jornais do mundo, como exemplo de coragem, superação, não se importando com os olhares reprovadores, principalmente de mulheres do seu país.

Walther Alvarenga

Nenhum comentário